domingo, 24 de setembro de 2017

Porque hoje é Domingo (458)


A travessia do Jordão  a pé enxuto.

«Josué  deu ainda estas ordens ao povo:
"Purifiquem-se, porque amanhã o Senhor fará no vosso meio coisas maravilhosas."...

...E quando o povo saiu das suas tendas para atravessar o rio, os sacerdotes que levavam a arca da aliança iam à sua frente.  Chegaram ao rio Jordão. Era no tempo das ceifas, quando o rio vai a transbordar pelas margens. Mas logo que os pés dos que levavam a arca tocaram na água, as águas que desciam  pararam e amontoaram-se como se fosse uma barragem, numa grande extensão até perto de Adam, localidade situada nas proximidades de Sartam. E as águas que desciam para o mar de Sal ficaram completamente separadas, de modo que o povo pôde atravessar. Isto deu-se perto de Jericó.
Os sacerdotes que levavam a arca da aliança do SENHOR conservaram-se de pé  sobre o leito do rio seco, enquanto o povo de Israel  ia atravessando a pé enxuto. Ali estiveram até que o povo  atravessou   o Jordão.»

(Livro de Josué cap. 3: 5 e 14 a 17)
Na Bíblia para Todos

sábado, 23 de setembro de 2017

Uma quadra inédita de Agostinho da Silva

O Filosofo e escritor português - Agostinho da Silva

"Fulano que bem conheço
é pior do que lacrau.
mas talvez se eu for melhor
se torne ele menos mau".

(Agostinho da Silva - no livro - quadras inéditas)

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Adeus Verão! Sê bem vindo Outono!

Imagem intercalada 1
Esta plantinha, alegrou o meu jardim, desde a Primavera   ate  a semana Passada, sempre  florida.
Este arbusto, na base do qual vive a minha linda flor acima,  vai -  me alegrar no Outono e no Inverno.
                Plantado por mim, vindo da Quinta dos Arcos - Beira-Alta,  cresceu tanto que já ultrapassou o telhado da casa.
Gosto muito desta fotografia que lhe tirei!

Pois, o Verão está mesmo "a abalar"! (na linguagem saloia).
 Hoje, ás 20h02 vamos receber o Outono. 
Apraz-nos dizer: Adeus Verão!
Até para o ano se Deus quiser!
Ao que chega dizemos: 
Sê bem vindo Outono!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Feliz aniversário! minha linda neta Clara

Fonte da imagem:http://aniversariofrases.com/ 
Hoje, a minha linda neta Clara faz sete anos!
 
Está bastante crescida e muito desenvolvida.
 Calma, tranquila, serena, mas muito "esperta"!
 É muito inteligente! 
Presta atenção ás conversas  em família, e habitualmente, dá a sua opinião sobre os temas tratados.
Tem o dom de desenhar.
Consegue fazer desenhos que são verdadeiras obras de arte!
E a maneira de usar e misturar as cores!?
Não se cansa de desenhar. e pintar.
Os seus presentes de aniversário para a família, são sempre belos desenhos!
 
Querida Clara:
A avó está muito feliz pelos teus sete anos! 
PARABÉNS, minha querida!
Um abracinho da avó
Que o Deus da nossa família, te abençoe, te guarde e te dirija.

Nota:

Também hoje, celebro o nascimento do meu saudoso e querido pai.
 
21 de Setembro de 1901.
Portanto, há 116 anos que nasceu.
Foi viver no céu, há já, longos 43 anos! 
O meu pai era um santo homem de Deus!
O melhor cristão que até hoje conheci.
Ah! mas quanto, quanto, agradeço ao Senhor por a sua vida e o seu exemplo!
Não  há nenhum dia que o não faça.

MUITO OBRIGADA SENHOR DEUS, POR O PAI QUE ME DESTE!
Que eu possa seguir o seu exemplo.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Feliz Aniversário! Amado Pastor António dos Santos

O Pastor António dos Santos -  meu mui amado Pastor.

Hoje, é um dia muito alegre para mim!
É o dia de aniversário do meu mui amado Pastor Santos.
Oitenta e  cinco anos! Uma linda idade!
Leva oito à minha frente...
Conheci-o, quando  eu tinha 13 e ele 21. Portanto, há já muito tempo.
Fui "ovelha do seu rebanho" na minha adolescência e  juventude. 
Quando "me casou",  há cinquenta e um anos,  fui viver para o outro lado do Tejo e congreguei-me com a Igreja local. Isso, não obstou a que o Pastor Santos continuasse a ser "o meu pastor". Ainda é!
E, tenho escrito, que acaso eu parta para o Senhor antes dele,  que quero que seja ele que dirija o serviço fúnebre.

Devo-lhe muito, muito.Para além de  tudo, que é tanto, devo-lhe sobretudo todo o carinho, amizade, estima e o amor cristão, que sempre  dele recebi.  O Pastor Santos, é para mim, uma das pessoas mais lindas que Deus colocou no meu caminho. Aquele sorriso permanente, a doçura das palavras, o olhar terno  e bom,  marcaram indelevelmente a minha vida. 
Estou em crer, que o bom Deus, a quem toda a vida serviu, lhe dará uma vida  bem longa.
É esse o meu desejo e a minha oração.

PARABÉNS! Muitos PARABÉNS! amado Pastor António dos Santos
O meu abraço carinhoso e fraterno
Desejo -lhe  bênçãos do céu, sem fim

terça-feira, 19 de setembro de 2017

UM POVO COM IDENTIDADE - Pastor Samuel Kimputo


«Um dos aspetos que diferencia a fé  bíblica das demais realidades religiosas é, sem dúvida, o seu embasamento histórico. Todo o enquadramento histórico do relato bíblico, com o envolvimento de sucessivas civilizações, de reis e reinos, de povos e nações, ao longo de séculos, confirma o seu carácter singular, em que o sobrenatural invade e penetra o tempo e o espaço, dirigindo os acontecimentos que, sem interrupção, se vão sucedendo.
Esta abordagem histórica, que envolve tensões, relacionamentos e dramas humanos, faz com que  a fé bíblica seja uma experiência essencialmente prática, e não um mero exercício contemplativo (ou místico)  que se esgota em meditações de busca de equilíbrio interior.


Uma verdadeira experiência bíblica de fé evidencia-se nas opções feitas e em decisões tomadas nas interações do dia a dia, onde o amor a Deus e ao próximo deve constituir o parâmetro pelo qual tudo  é analisado.
A salvação, portanto, deve ser encarada como uma operação de origem (e de carácter) sobrenatural, realizada pelo próprio Deus no âmago do ser humano, mas que implica uma experiência dinâmica e real de vida, que envolve todas as dimensões da personalidade, incluindo uma nova  e renovada perspetiva a partir da qual se avaliam todos os relacionamentos interpessoais.
É neste sentido que entendemos os constantes apelos feitos pelos escritores bíblicos às igrejas às quais dirigiram os seus escritos, desafiando os seus destinatários a demonstrarem, em termos práticos, e por meio de atitudes, comportamentos, ações e escolhas, a realidade e a eficácia da mudança (radical) ocorrida no interior do seu ser.
Por outras palavras, o desafio bíblico (aqui expresso por Paulo) encontra a sua versão mais acurada nas palavras de Tiago, que considera a falta de (boas) obras na vida de alguém como uma clara evidência de uma fé vaga, inconsequente e morta, que se circunscreve a um assentimento mental teórico e infrutífero, que não passa de uma simples confissão de fé (Tiago 2:14,17-20,26, cf. Tito 2:14; 3:8).
O desafio de Paulo, no nosso texto em análise, vai no sentido de que os crentes que constituíam a igreja em Éfeso deveriam andar (agir, proceder, comportar-se) de acordo com os valores da nova fé que tinham abraçado.

Ao dizer “...que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados”, Paulo, numa abordagem de grande sensibilidade pastoral, quis estimular os efésios ( e a todos os que são eficazmente chamados pelo Espírito Santo) a desenvolver um estilo de vida coerente com a sua fé, e a evitar qualquer espécie de “esquizofrenia existencial” reveladora de uma religiosidade defeituosa, que só confunde e é prejudicial.
No seio da igreja, onde impera uma  variedade de personalidades, de pontos de vista e de preferências, a coerência de vida deve ser nutrida pelas virtudes tais como: humildade (simplicidade assumida), mansidão (modéstia que se autorregula) e longanimidade (uma elasticidade de alma).
O exercício destas virtudes provocará, no seio da igreja, uma capacidade de apoio mútuo que, sob o alicerce do amor, fará com que a paz reine entre os irmãos, e a unidade seja mais e mais mantida e consolidada.
Que o Senhor permita que esta experiência seja uma realidade na vida de cada uma de nós. Soli Deo Gloria! »
(Pastor Samuel Kimputo - Set.de 2017)
 Igreja Ev.Bp. de Sete Rios - Lisboa


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Aconteceu fez ontem 111 anos

A protagonista -  escritora inglesa Edith Holden

17 de Setembro de 1906

«Atravessei a remo o Loch Vennachar e merendei na outra margem. Os fetos das colinas começam a tingir - se  de amarelo e bronze. Os camponeses cortaram muitos e deixaram-nos a secar nas ladeiras.

Fetos do campo. Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org  

De longe vêm-se  grandes manchas vermelhas e castanhas.Ainda não  há nenhuma árvore a mudar de cor. Ao voltarmos para casa vimos um maravilhoso pôr-do-sol  do outro lado do lago. A luz reflectida que dava nas colinas orientais oferecia um espectáculo soberbo: Viam-se todos os matizes do dourado, do vermelho e do castanho, que iam escurecendo até ao amora e ao cinzento da base das montanhas.
Sobre toda a superfície do lago havia um estranho pó dourado. Pensamos  que podia ser o pólen da urze arrastado até lá pelo vento.
 A bela for da urze. Fonte da imagem: rouxinoldepomares.blogs.sapo.
(Edith Holden - no livro - A ALEGRIA DE VIVER COM A NATUREZA )

domingo, 17 de setembro de 2017

Porque hoje é Domingo (457)


   «Enfim, irmãos, já receberam de nós orientação sobre o caminho que devem seguir para agradarem a Deus. Pedimo-vos vivamente em nome do Senhor Jesus que continuem por esse caminho, como têm feito até aqui, para progredirem cada vez mais. Lembram-se das orientações que vos demos da parte do Senhor Jesus. A vontade de Deus a vosso respeito é que vivam em santidade, afastados da imoralidade. Que cada um saiba usar com dignidade e honra o seu próprio corpo. Não se deixem levar pelos maus desejos como fazem aqueles que não reconhecem Deus. Neste ponto  ninguém deve fazer mal ao seu irmão, nem prejudicá-lo. Como já vos tínhamos dito e avisado, o Senhor castiga duramente  todos esses pecados. Pois Deus não nos chamou para a imoralidade mas para vivermos em santidade. Portanto, aquele que desobedece a estes preceitos não é a um homem que desobedece, mas sim a Deus,  que vos dá o seu Espírito Santo.

   Mas no que se refere ao amor pelos irmãos, já nem precisam que vos diga nada, pois têm-se deixado guiar por Deus no amor uns pelos outros. E o vosso amor fraterno estende-se até aos irmãos  que vivem em toda a Macedónia. Mas exortamo-vos, irmãos, a progredirem cada vez mais. E procurem viver em paz, resolvam os vossos assuntos e trabalhem com as vossas próprias mãos como vos recomendámos. Assim serão estimados pelos de fora e não terão necessidade de mais ninguém.»

(Ep. de S. Paulo aos Tes. cap.4:1 a 12) 

 Na Bíblia  para todos

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Enfermeiros - que belo exemplo de civismo e educação!

 Enfermeiros manifestando~se -Hospital de São João, Porto
Foto Manuel Araújo/Lusa

Enfermeiros de Portugal

Os enfermeiros portugueses estão em luta, pela dignificação e valorização, do seu inestimável trabalho. Desde o ano de 2009, quando o governo português "suspendeu" a sua carreira profissional, que vinha sendo criteriosamente cumprida há dezenas de anos - eu sou testemunha -  os enfermeiros  foram completamente esquecidos e  desvalorizados, por quem tinha a obrigação de  repor a sua carreira e zelar pelos direitos subtraídos .

No ano de 2002, eu aposentei-me,  no  topo da minha carreira - escalão 8! Foram totalmente respeitados os meus direitos e, sempre, sempre, me senti valorizada   e dignificado o meu trabalho.
Por isso, hoje, ao aperceber-me da situação de profunda injustiça e total desprezo,  a que os enfermeiros estão votados por os nossos governantes, indo ao ponto   de os injuriarem  e negar dialogar com eles, eu sinto uma imensa revolta e tristeza.

Emociono-me, ao ver a sua postura, tão bela, tão educada, tão digna!
Que pessoas lindas são os enfermeiros A sua vibrante juventude, a sua alegria,  o seu zelo pelos seres humanos que cuidam - como dizia hoje uma enfermeira - do inicio ao fim da vida, da pessoa humana.
Ajudam-nas a nascer! Ajudam-nas a morrer!  Estão sempre lá! dia e noite! 24 horas por dia.

Sinto orgulho por eles.

Ao  vê-los na sua luta, pela dignificação e respeito, vêm-me à memória esta imagen, que têm 53 anos!

Eu, no dia 08 de Dezembro de 1964, recebendo o meu diploma, das mãos do Director Geral de Saúde - Dr. Coriolano Ferreira. -  ABENÇOADO  DIA!

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Um poema de José Gomes Ferreira

O Poeta José Gomes Ferreira. Fonte da imagem: https://ocaisdamemoria.com/

        Entrei no café
com um rio na algibeira

Entrei no café com um rio na algibeira
e pu-lo no chão,
a vê-lo correr
da imaginação...

A seguir tirei do bolso do colete
nuvens e estrelas
e estendi um tapete
de flores
 - a concebê-las.

Depois, encostado à mesa,
tirei da boca um pássaro a cantar
e enfeitei com ele a Natureza
das árvores em torno
a cheirarem ao luar
que eu imagino.

E agora aqui estou a ouvir
a melodia sem contorno
deste caso de existir
 - onde só procuro a Beleza
para me iludir
dum destino.

(José Gomes Ferreira )

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Este Verão preferi os pêssegos


Este Verão preferi os pêssegos. Praticamente, como um ou dois todos os dias.
A fruteira está cheia de uma variedade de fruta, mas  eu "atiro-me" aos pêssegos.
Em criança, comi bastantes,  ainda meios verdes...Lembro-me dos "pêssegos da tia Beatriz".
Era uma vizinha, amiga da minha família, que tinha uma quintazinha perto da nossa casa, aonde abundavam as árvores de fruto. O que mais havia eram ameixas, das vermelhas e também das amarelas, mas pêssegos também havia muitos. Sorrio, ao recordar que a "tia Beatriz" atou um cão de guarda, no tronco de um pessegueiro novo, que era o que produzia os melhores pêssegos. Eu, e o meu irmão, não achámos muita graça.

Pois bem, cresci, e  aprendi a gostar de outras frutas, como as maçãs e os figos.
Mas então porque preferi os pêssegos este Verão?
Acontece que aqui pertinho de casa há um pequeno supermercado, que pertence a uma jovem que cresceu com os meus filhos aqui em Mira-Sintra. Os pais, foram viver para uma quinta do outro lado do Tejo, onde produzem vários legumes e frutas, que a filha vende aqui no supermercado. Acontece que nos habituámos há muitos anos a fazer as compras "na Maria João"...e embora tendo uma loja Lidl em frente...só vamos lá buscar o que a Maria João não tem.
Pois bem, este verão, ela começou cedo, no princípio da época, a vender entre outras frutas, laranjas e pêssegos, ambos excelentes.
Naturalmente, serão bem regados e bem cuidados, e daí, o explica-se que sejam tão saborosos e sumarentos.

E, já agora, que falamos de pêssegos, vou lembrar alguns dos seus muitos benefícios para a saúde:

Os pêssegos são muito antigos. Conhecem-se   desde cerca de 1000 anos antes de Cristo.
Parecem serem naturais da China.
Sabe-se que as noivas se adornavam com  as belas flores do pessegueiro

São um alimento excelente, ricos em:
Cálcio, ferro, magnésio, fosforo, potássio e sódio. Vitamina B1, B2, B6, Vitamina C e vitamina E.
É um poderoso anti-oxidante e um óptimo diurético. Adequado para quem quer perder peso.
Para além disto, têm um grande valor nutritivo.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

"AOS PROFESSORES"

PROFESSORES:

   "Nós jovens e vossos alunos, pedimos-vos que se juntem a nós.
Vamos fazer algo para impedir que a guerra chegue ao nosso país e que não continue nos outros países onde já existe.
   Nós, jovens, como mais novos, pedimos-vos que nos dêem conselhos, nos ajudem a combater esta contagiosa doença que é a guerra.
   Façam algo por este belo País que, por enquanto, ainda não está em guerra nem tem programas nucleares.
   Se gostam de ver morrer pessoas à fome, presas, cravejadas de balas dos tiros destas malfadadas  guerras, tudo bem! Deixem-se estar  sentados atrás  de uma mesa a dar aulas, mas, depois não se queixem que nós jovens não nos preocupamos, que fomos egoístas, que só pensámos em nós!

   No fundo, os egoístas são aqueles a quem pedimos ajuda, e não se preocupam em dá-la. É por essa razão que milhares  e milhares de pessoas sofrem as consequências  desta indiferença.
   Peço ajuda, e ao mesmo tempo ofereço  a minha, para que todos juntos possamos contribuir para que cada vez mais   haja paz em todo o mundo.

   Acabem com a guerra!

   Professores, ajudem-nos...»

(Ana Maria Nunes Marques, 16 anos, 9.º - E)

No livro - PALAVRAS DE PAZ

Uma experiência pedagógica pela paz.
Esc. Sec. Santa Maria - Sintra 1987

  Nota pessoal:
A Ana Maria terá hoje 46 anos.
O que pensará ela da paz no mundo actual? 

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

O que uma avó de 76 anos, pode ouvir de uma neta de 3!

A pequena neta Luz  é parecida com esta flor que eu fotografei.
Olhando-me, sorri, e diz:
 
´"Ó  AVÓ
TU ÉS MESMO MUITO BONITA!"

Eu, que ouço mal, perguntei-lhe:

Tu disseste que eu sou bonita?
 
A pequena Luz responde, continuando a sorrir:

"SIM! TU ÉS MESMO MUITO BONITA!"

Elevei os olhos para Deus e, comovida agradeci-lhe:

Muito obrigada Senhor!

domingo, 10 de setembro de 2017

Porque hoje é Domingo (456)


Os cegos de Jericó

Ao saírem de Jericó, uma grande multidão seguia Jesus. Aconteceu então que  dois cegos sentados à beira do caminho, quando souberam que era Jesus que passava, puseram-se a gritar: «Senhor Filho de David, tem piedade de nós!» Mas o povo repreendia-os  e mandava-os calar. Eles porém gritavam cada vez mais: «Senhor, Filho de David, tem piedade de nós!»
Jesus parou, chamou-os e perguntou-lhes:  «Que querem que eu vos faça?» «Senhor, queremos ver!»exclamavam. Jesus teve muita pena deles e tocou-lhes nos olhos. Imediatamente os dois cegos começaram a ver e acompanharam Jesus.

(Ev.de S. Mateus cap.21:29 a 34)

sábado, 9 de setembro de 2017

Vamos Orar pela saúde do jovem Salvador Sobral

O jovem Salvador Sobral - Fonte da Imagem: http://www.tvi24.iol.pt/

O jovem Salvador, vencedor do Festival da Canção deste ano, precisa de cuidados médicos especiais.
O seu coração está doente.
Vamos interceder junto do Pai de Amor, por ele, e pelos médicos que têm a responsabilidade de o tratar.
Lembremos o que nos diz a Palavra Sagrada a este respeito:

             

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Caminhada - Um poema de Sara Lourenço

Caminhando junto à Ribeira das Jardas -  Foto de Viviana.  
CAMINHADA

Dias que vão passando
Numa veloz correria;
Meses e anos voando,
Levam consigo a alegria,
Deixando em nós a saudade
E uma certa nostalgia
Que aumenta com a idade
E nos segue dia a dia.
Se há coisas que perdemos
e não voltam nunca mais,
Há outras que ainda temos,
Coisas boas que não vemos
Mas sentimo-las demais.
Nesta nossa caminhada
Que encetámos um dia
Vamos subindo  montanhas
Com esforço e valentia
Pois Ele nos acompanha,
Nos dá força e alegria!.

(Sara Lourenço - no livro - Murmúrios)

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

O triste fim de um Peneireiro - Falco tinnunculos

Peneireiro. Falco tinunculos Fonte da imagem: https://obiologoamador.blogspot.pt.

O triste fim de um Peneireiro

Quando vou para a casa da aldeia, em Maceira - Pero Pinheiro - Sintra, passo por um troço de estrada, que tem inicio a seguir à passagem de nível do Telhal e vai desembocar no cruzamento   que vai para Vale de Lobos. Não há habitações por ali, apenas os vestígios muito antigos e abandonados , de uma antiga quinta. De um lado e doutro da estrada há campo aberto, não cultivado e, com uma vegetação rasteira.  Passo por ali, há muitos, muitos anos, e   muitas vezes, avisto lá em cima, no ar, um belo peneireiro "a peneirar", isto é, a planar, procurando no mato rasteiro, algum petisco para  matar a fome. Tenho-o visto tantas vezes, que quando por ali passo  estico o pescoço bem lá para cima, para ter o prazer de o ver. É uma ave bonita, com um porte belo e forte. Umas vezes vejo-o voando mais alto, outras voando mais baixo; sorrio e penso: quem me dera que ele  descesse  e pousasse ali à beira da estrada, para eu o poder ter a alegria  de o  ver bem de perto. Nunca aconteceu.

Pois bem, anteontem, eu e a maninha Teresinha, passámos ali mais uma vez. A certa altura, logo depois de termos entrado naquele troço, ambas vimos  algo no meio da faixa de rodagem um pouco à frente. Ela perguntou-me: "O que é aquilo que ali está"?  ao aproximar-nos mais um pouco, ambas verificámos que se tratava de um grande e belo Peneireiro, atropelado por algum automobilista.
Foi um choque para nós. Estávamos habituadas a vê-lo belo e forte lá por cima a peneirar, e agora, estava caído e morto no meio da estrada... Morreu com as asas abertas como que a tentar uma vez mais  usá-las para fugir dos seus inimigos. E que lindas eram as grandes penas que lhe foram tão úteis toda a vida!

 Ficámos ambas muito tristes.  Tão tristes que nem parámos para retirar o corpo ainda composto, do peneireiro.  Seguimos. Então eu disse à Teresinha: Pode ser que alguém pare e o retire dali.
Fomos à nossa vida.

Passadas uma horas, quando regressávamos a casa, quando nos aproximámos  do local da morte do lindo Peneireiro, eu, caladinha, desejava que ele já lá não estivesse, porque seria  muito triste o estado em que estaria. Felizmente, alguém o retirou dali do meio da faixa de rodagem. Não havia sinais dele.
Disse para a Teresinha: Que bom que alguém o retirou.

Enquanto Deus me permitir, irei continuar a passar por ali. Os meus olhos vão continuar a perscrutar os "céus",  na esperança de ver algum descendente, que o belo Peneireiro  por ali tenha deixado.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

A linda neta Inês completou 18 anos!


Como os netos estão grandes!

Pela graça do Senhor,  os nove... sete meninas e dois meninos, cresceram e desenvolveram-se bem.
O mais velho, o Gil, tem 23 anos e a mais novinha, a Luz, está quase a fazer 4. 
São um tesouro!
Uma bênção preciosa!
É uma de entre muitas coisas, que agradeço fervorosamente ao Senhor.

Pois bem, a linda Inês, filha do Miguel e da Teresa, acaba de completar 18 anos.

Querendo Deus, irá iniciar os seus estudos universitários  brevemente.
Está determinada e motivada para "aprender" o que gosta: Biologia  Celular e Molecular

 Acho que este tema, ainda tem a ver com o Curso de Piano,  que concluiu no Conservatório de Sintra.
 Interessante! Não?

É uma menina crente em Deus, que muito o ama e muito procura servir. Quer seja na Igreja Baptista do Cacém, onde canta no coral e onde toca piano ou orgão.

Este ano, serviu muito o senhor, nos Acampamentos, quer em Água de Madeiros, quer em Vendas Novas. Fez o que foi preciso e sempre com muita alegria.

Então, por tudo isto, e muito mais...eu, como avó, estou muito feliz e muito grata ao Senhor por a preciosa vida da Inês.

Para ela, com muito amor, desejo as mais ricas bençãos dos céus.

Parabéns, minha linda menina!
Vai em frente!
Persegue o teu sonho e, que o Senhor Deus da nossa família, te acompanhe, oriente e dirija.
Um abracinho da avó.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Um poema de Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)

A água  correndo em chão inclinado. Tirei a foto aqui perto de casa.

Não me importo com as rimas. Raras vezes
Há duas árvores iguais, uma ao lado da outra.
Penso e escrevo como as flores têm cor
Mas com menos perfeição no meu modo de exprimir-me
Porque me falta a simplicidade divina
De ser todo só o meu exterior.

Olho e comovo-me.

Comovo-me como a água que corre quando o chão é inclinado,
E a minha poesia é natural como o levantar-se o vento...

(Alberto Caeiro - O Guardador de Rebanhos)

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Porque "ontem" foi Domingo (455)


A PARÁBOLA DO SEMEADOR - significado

«Ouçam agora o que significa a Parábola  do  Semeador: Todos aqueles que ouvem a palavra do reino e não entendem são como a semente que caiu à beira do caminho.Vem o Diabo e tira-lhes o que foi semeado no coração.
A semente que caiu no terreno pedregoso representa os que ouvem a boa nova e a recebem com alegria. Mas dura pouco porque não têm raízes. Quando vêm os sofrimentos e as perseguições por causa da boa nova, não aguentam.
A semente que caiu entre espinhos representa  aqueles que ouvem a boa nova, mas as preocupações desta vida e a ilusão das riquezas sufocam-na logo e o fruto não aparece.
Mas a semente que caiu em boa terra representa os que recebem a boa nova e a compreendem. Esses dão realmente fruto, uns à razão de cem, outros de sessenta e outros de trinta por cada grão.»

(Ev.de S. Mateus cap. 13: 18 a 23)
Na Bíblia para Todos

sábado, 2 de setembro de 2017

Já está aí o mês de Setembro!

As amoras silvestres estão madurinhas.

As castanhas já enchem os ouriços

Os frutos da Rosa canina estão belos, de vermelho
Setembro já aí está.
É o último mês do Verão!

Dois provérbios sobre   Setembro:
 
-  Se bom tempo fizer no dia primeiro
bom será  Setembro  inteiro.


- Setembro ou leva as pontes ou seca as fontes.

Desejo a todos os amigos que por aqui passarem, um excelente mês de Setembro.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

"Falta uma coisa!" - disse a pequena Luz

Florinhas azuis do campo . Foto pessoal.
-
Aconteceu a semana passada.

Sentados a esta mesa, na nossa sala, eu tinha acabado de servir os pratos dos mais pequenos, quando atendi  ao telemóvel o filho  João, pai da pequenita Luz, que estava ao meu lado. Entretanto, ele fez questão de falar com a filha Clara e com a filha Sara que estavam sentadas ao lado da Luz.
A pequenita estava com fome e, virando-se para mim perguntou: "posso começar?" Eu disse-lhe que sim, que podia. Ela pegou no garfo e quando ia comer a primeira garfada, levantou a cabecita, olhou em volta e disse: "Falta uma coisa"!
Eu, pensando que teria a ver com a comida perguntei : O que é? Ela respondeu: "é uma coisa que os senhores e as senhoras fazem! E os primos e as primas também!"
Aí, caí em mim e perguntei : é a Oração?
Ela respondeu:"Sim!"

Nunca tomamos uma refeição em conjunto sem antes dar-mos graças a Deus. Geralmente, eu pergunto à mais pequenita - a Luz - Cantamos ou falamos com Deus?
Dum modo geral, eles preferem que cantemos.
Aqui, por causa do telefonema ainda não tínhamos  dado graças.

A menina, de três anos, a quem dei permissão para começar a comer, entendeu que faltava alguma coisa, e não foi capaz de começar a refeição sem  - a oração de acção  de graças.
Esta sua atitude tocou-me bastante e, comovida, reconheci, que O DEUS dos nossos pais, o nosso DEUS, o Deus dos nossos filhos, é igualmente, o DEUS dos nossos netos, inclusivé, da pequenina
Luz.
Que bom!
A esse  DEUS, toda a Honra, Louvor e Adoração!