segunda-feira, 24 de abril de 2017

O meu primeiro bébé fez ontem 50 anos!

O Pedro  fazendo o que gosta: estar no meio da Natureza (Peninha -Sintra) A foto é minha.  

 CINQUENTA ANOS!

Pela bondade e graça do Deus - Criador, completaram-se ontem - 23 de Abril, cinquenta anos sobre o nascimento do Pedro David, meu primeiro filho. Tinha eu, na altura, 26 anos. Hoje, conto 76.Bate certo.
O Pedro é um homem bom. É movido por o amor de Deus, a quem muito ama,  respeita e serve... com muita, muita alegria. O Senhor, deu-lhe por companheira na vida, uma mulher - bênção - A  doce e bela Anabela, que é uma filha para mim.
 Através deles - Deus  ofertou-nos 3 lindas e amorosas netas: A Beatriz com 17 anos, a Carolina com 14 e a Margarida com 11. Ah! quanto elas gostam de vir a casa da avó Viviana! Ainda este último fim de semana tive a alegria de ser visitada por a mais velha.

O  desporto favorito do Pedro   são as maratonas. Creio que já perdeu o conto a tantas que fez. Começou bem jovem...e, aos cinquenta continua. Um dos seus prazeres é organizar caminhadas. A última teve lugar estes dias.

Como compreender-se-á, eu, mãe, tenho recebido muitas alegrias, muito carinho, muito amor e muito cuidado, da parte do Pedro. Tal como do Miguel, do João e do Zé. Os meus filhos são para mim, um tesouro de Deus, a quem muito, muito agradeço e bendigo, por  usufruir da alegria  de tê-los.
Assim,    o meu desejo maior, é que o nosso bom Deus, o Deus da nossa família, os abençoe, guarde e dirija.
Muito obrigada Senhor, por a vida do Pedro e dos seus três irmãos.

Ao Pedro, um grande e apertado abraço de PARABÉNS! Vai em frente filho e que Deus te abençoe.

domingo, 23 de abril de 2017

Porque hoje é Domingo (436)

«Por isso, caros irmãos,  companheiros  na vocação celestial, ponham os olhos em Jesus, que reconhecemos  ser o enviado de Deus e o nosso sumo  sacerdote. Ele foi fiel a Deus que lhe deu esta autoridade, tal como o foi Moisés servo fiel em tudo na casa de Deus. Ora, assim como o homem que constrói uma casa é mais importante do que a casa por ele construída, assim também Jesus tem mais importância  do que Moisés. Uma casa tem que ser construída por alguém, mas Deus é o construtor de tudo quanto existe. Moisés foi um servo inteiramente fiel em tudo na casa de Deus, dando testemunho  das coisas que, a seu tempo, Deus havia de dizer. Cristo, porém,  é como um filho com responsabilidade na casa de Deus. e nós somos a sua casa, se mantivermos firmes a nossa coragem e confiança no que esperamos.»

  (Ep. de S. Paulo aos Hebreus cap. 3:1 a 7)  
        Na Bíblia para Todos

sexta-feira, 21 de abril de 2017

A CASA SILENCIOSA - Um Poema de Edite Pereira

Uma casa silenciosa - Junto à praia do Magoito - Sintra. A foto é minha.

A CASA SILENCIOSA

«Entrei na casa vazia,
tão selenciosa e fria
e fiquei a recordar...
Olhei cada divisão,
os objectos no chão,
sentindo que ia chorar.

Eu bem procurei alguém,
Mas não estava minguém.
Só restos de duas vidas
que ali fizeram seu lar
longo tempo, até chegar
o dia das despedidas.

O jardim já não existe;
e até a terra está triste
porque as flores murcharam.
Passaram as estações,
primaveras e verões,
mas elas nunca voltaram.

No passado havia gente,
movimento permanente,
corrrerias, gargalhadas...
As vozes já se calaram,
os ruídos acabaram
e as portas estão fechadas.

Revejo um vulto curvado,
tão doente, tão cansado,
Ó paizinho! foste embora
e a mãezinha jã não mora,
na casa em que cresci.

(Edite C.C. Pereira - no livro - Lágrimas e Sorrisos - Outubro de 2005)

quinta-feira, 20 de abril de 2017

SOBRE O AMOR

Neve na Ilha de Utto - Finlândia

«O AMOR DEVE SER TÃO  FÁCIL COMO RESPIRAR
    E TÃO BELO COMO A NEVE CAINDO - E É-O.»

   (Julie Krone - n. 1963)
  No grande Livro do Amor  - de Hellen Exley

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Aconteceu faz hoje 111 anos.

Uma lebre . Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org/.

Abril 19  - 1906

«Sol resplandecente e vento forte de nordeste.  Fui passear até Lowry. Ao passarmos por  Yanadon Down vimos uma lebre ainda nova que assomava entre moitas de tojo. Ficou muito  quieta a princípio, até chegarmos bastante perto dela, mas de repente, desapareceu no meio das urzes e dos tojos. Ao descermos a acentuada  encosta que leva  a Lowry encontrámos uma erva-leiteira cor - de - rosa, tormentila e verónica em flor. Quando chegámos diante da casa branca do moleiro saímos do caminho, cruzámos o canal e atravessámos a zona pantanosa coberta de tojos que vai até à beira do lago. Lá, havia tojos e abrunheiros - bravos que estavam lindíssimos; nos lamaçais encontrámos violetas - palustres e ranúnculos-da-água, mas muitas das flores ainda não abriram.»

(Edith Holden  - no livro - A Alegria de Viver com a Natureza)

Abrunheiro bravo em flor.Fonte da imagem:https: //jb  utad..pt

terça-feira, 18 de abril de 2017

MAGNÓLIA - Um poema de Miguel Torga

A bela magnólia. Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org/
MAGNÓLIA

Uma flor.
Uma cor
Acordada.
Uma vida feliz,
Que o diz
Numa voz perfumada.

(Miguel Torga - Diário)

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Portugal e os portugueses estão de luto - Caíu um avião em Tires - Cascais

Imagem da explosão do avião. Fonte: http://www.dn.pt/. 
Cerca do meio-dia de hoje, soou a notícia da queda e explosão de um avião de passageiros, perto do Aeródromo de Tires  -  Cascais.  A bordo seguiam 4 pessoas: Piloto e co-piloto e mais dois cidadãos.
O Piloto era de nacionalidade Suiça e os restantes três eram Franceses. 
O avião  descolara  da pista, a apenas,  cerca de dois minutos.
Caiu junto a um Super - mercado da cadeia Lidl. Aí,  atingiu, e matou, um cidadão que se pensa ser o motorista de um camião ali estacionado e que descarregava produtos para o super-mercado.
 Segundo as informações, o piloto mal levantou voo pediu à torre de controle, autorização para regressar á base, o que lhe foi concedido. Não o conseguindo fazer, pensa-se que tentou aterrar no parque de estacionamento do super-mercado. Acabou então por cair e explodir .

Estou triste, muito triste.
Como eu lamento o  que aconteceu...
Posso imaginar, e sentir, o que os familiares destas cinco pessoas estarão a sofrer.
Coloquemo-nos no seu lugar.

Acredito que todo o Portugal e todos os portugueses estão profundamente tristes com o sucedido.
Então, sejamos mesmo solidários. Creio que não podemos fazer muito para os ajudar, no entanto, como mulher crente no Deus- de Amor  e, acreditando firmemente no valor da oração-intercessão, desafio os amigos crentes, que por aqui passarem, a orarem comigo a favor dessas pessoas que estão a sofrer muito neste momento.
Que o Senhor, tenha misericórdia delas e as console e encorage.

É mesmo o meu grande desejo.
Obrigada .
Um avião de passageiros despenhou-se esta segunda-feira em Tires. A aeronave caiu na zona de cargas e descargas do supermercado Lidl, e a cerca de 150 metros de uma escola básica. Há cinco mortos confirmados e quatro feridos ligeiros. O aparelho, com matrícula da Suíça, tinha quatro ocupantes e todos terão morrido. O avião era pilotado por um francês, que morreu carbonizado. Tinha acabado de descolar do Aeródromo Municipal de Cascais, em Tires, com destino a Marselha, no sul de França. O aeródromo esteve encerrado desde a hora do acidente até às 14h20, hora em que foram retomados os voos previstos. Segundo a Proteção Civil, três dos ocupantes da aeronave eram franceses e o quarto era suíço. Os ocupantes eram todos adultos.

Um avião de passageiros despenhou-se esta segunda-feira em Tires. A aeronave caiu na zona de cargas e descargas do supermercado Lidl, e a cerca de 150 metros de uma escola básica. Há cinco mortos confirmados e quatro feridos ligeiros. O aparelho, com matrícula da Suíça, tinha quatro ocupantes e todos terão morrido. O avião era pilotado por um francês, que morreu carbonizado. Tinha acabado de descolar do Aeródromo Municipal de Cascais, em Tires, com destino a Marselha, no sul de França. O aeródromo esteve encerrado desde a hora do acidente até às 14h20, hora em que foram retomados os voos previstos. Segundo a Proteção Civil, três dos ocupantes da aeronave eram franceses e o quarto era suíço. Os ocupantes eram todos adultos.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/aviao-despenha-se-em-supermercado-em-tires-veja-em-direto-na-cm
Um avião de passageiros despenhou-se esta segunda-feira em Tires. A aeronave caiu na zona de cargas e descargas do supermercado Lidl, e a cerca de 150 metros de uma escola básica. Há cinco mortos confirmados e quatro feridos ligeiros. O aparelho, com matrícula da Suíça, tinha quatro ocupantes e todos terão morrido. O avião era pilotado por um francês, que morreu carbonizado. Tinha acabado de descolar do Aeródromo Municipal de Cascais, em Tires, com destino a Marselha, no sul de França. O aeródromo esteve encerrado desde a hora do acidente até às 14h20, hora em que foram retomados os voos previstos. Segundo a Proteção Civil, três dos ocupantes da aeronave eram franceses e o quarto era suíço. Os ocupantes eram todos adultos. A quinta vítima mortal encontrava-se no parque de estacionamento do supermercado LIDL, junto do qual caiu a aeronave.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/aviao-despenha-se-em-supermercado-em-tires-veja-em-direto-na-cmtv

domingo, 16 de abril de 2017

O NOSSO REDENTOR VIVE - Pastor Samuel Quimputo



«A saída dos israelitas do Egito foi um evento profundamente dramático, assinalado com a celebração da páscoa, uma refeição singular, precedente de um ritual que envolveu derramamento de sangue e morte.
As pragas infligidas aos egípcios, antes da páscoa propriamente dita, eram mais que simples expressão de castigo divino que caiu sobre os opressores do povo “santo”, por meio de quem o Deus de Abraão abençoaria todas as nações da terra.
Elas significam, também, a demonstração da supremacia do Senhor do Universo diante dos deuses egípcios, uma realidade que prova o facto de que a libertação dos hebreus, iniciada com a celebração da Páscoa, representava o início (ou a ratificação) de uma relação de aliança entre Yahweh e os descendentes de Abraão.
Segundo Paulo, é na pessoa de Cristo que o cumprimento cabal das promessas feitas a Abraão se concretiza (Gálatas 3:16). Ele é o verdadeiro Filho, por seu intermédio  Israel  renovaria (e cumpriria) a sua missão sacerdotal de ser luz para as nações. É por meio da sua obra redentora e do poder transformador do Espírito Santo que Israel é capacitado a levar as Boas Novas da salvação aos demais povos.

Essa obra salvadora só seria possível e realizável através da morte (necessária) do Messias de Deus, visto que tanto judeus como gentios padeciam da mesma enfermidade fatal, que os tinha afetado desde a desobediência do seu pai federal - Adão.
Na qualidade de representante e substituto da raça humana, Cristo tinha que assumir a sua culpa e arcar com as consequências da mesma. A morte é a punição devida à desobediência aos mandamentos do santo e soberano Deus (Génesis 2:17).
Assim como o sangue do cordeiro pascal, colocado nas ombreiras e nas vergas das portas serviu de sinal para a preservação da vida dos primogénitos abrigados nas respetivas casas (Êxodo 12:7,13), assim também o sangue do Cordeiro de Deus é o preço pago em favor daqueles que se abrigam à sombra da cruz do Calvário.
Para que pecadores e culpados fossem perdoados e considerados “inocentes”, era necessário que alguém sem pecado, sem culpa própria e inocente, assumisse, voluntariamente, o seu lugar.
 
Portanto, inevitavelmente, Cristo devia provar o amargor da morte. Contudo, a morte do Ungido de Deus não foi a última experiência da sua história terrena. A vitória da morte sobre o Justo foi de pouca dura. O fogo de artifício do reino do mal durou poucas horas. As hostes do maligno cedo viram a sua alegria a transformar-se em pranto.
Na manhã do terceiro dia, o poder da morte seria heroicamente subjugado! A feiura da morte seria vencida pelo poder do bem e da vida. Os grilhões do reino da morte seriam despedaçados e reduzidos a nada. A vida ressurreta do Filho do Homem emergiria, esmagando a cabeça da Serpente. E, finalmente, homens e mulheres escravizados pelo medo da morte podiam nutrir uma nova esperança de um futuro glorioso.
O Senhor Jesus relembra os seus discípulos do facto de que as Escrituras Sagradas (o Antigo Testamento) já traçavam o itinerário da via dolorosa, que culminaria com a saída triunfal do Cristo Vencedor da tumba. 
“Se Cristo não ressuscitou”, afirmou Paulo, “é vã a nossa pregação” e a nossa fé é sem fundamento! (1 Coríntios 15: 14, 17).
Graças a Deus, Ele ressuscitou, tragando a morte com a vitória do império da luz. (1 Coríntios 15: 20, 54)
Embora os efeitos da morte ainda afetem a nossa experiência de vida, aqui e agora, a ressurreição do Senhor Jesus garante-nos a vitória da vida sobre a morte.
Celebremos, pois, com fé, coragem e gratidão a vitória do nosso Comandante, por meio de quem “somos mais que vencedores”.»
Soli Deo Gloria! 

(Pastor Samuel Quimputo - Igr.Ev. B. de Sete Rios - Lisboa)

Nota pessoal:

A todos os amigos que por aqui passarem, desejamos um abençoado e belo DIA DE PÁSCOA.

O meu desejo maior, é que o Cristo Ressuscitado, possa morar e reinar nos vossos corações.
Creiam, que esta é a "melhor coisa" do mundo. Falo por experiência própria.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

SONHEI COM LÚCIDOS DELÍRIOS - Um poema de Sophia de Mello Breyner Andresen

Os belos lírios do campo.


SONHEI COM LÚCIDOS DELÍRIOS

Sonhei com lúcidos delírios
 À luz de um puro amanhecer
            Numa planície onde crescem lírios
    E há regatos cantantes a correr. 

Regato saltitante a correr.

(Sophia de Mello Breyner Andresen - No livro - OBRA POÉTICA I)

quinta-feira, 13 de abril de 2017

As formas e as cores das flores e os animais que as polinizam

A papoila que nasceu no buraquinho do passeio - Foto minha

«As  formas e as cores das flores estão adaptadas ás capacidades visuais dos animais que as polinizam. As flores escarlates raramente são encontradas na flora europeia. Porém,são muito vulgares nas Américas do Norte e do Sul e nas áreas tropicais do Velho Mundo onde muitas aves polinizam flores. A grande sensibilidade da visão das aves ao vermelho, é devidamente explorada pelas  flores.
Entre as plantas europeias de flor vermelha existe a Dianthus deltoides de cor rosa pálido. É polinizada por borboletas ou mariposas. As papoilas são de cor escarlate para os seres humanos mas para as abelhas são de cor ultravioleta, que os seres humanos não vêm. As abelhas, porém, não conseguem ver o vermelho. Quase todos os insectos sobre os quais se fizeram investigações não vêm o ultravioleta. Isto significa que os insectos vêm de uma maneira muito diferente dos seres humanos. Na verdade,  a visão dos insectos é correta porque as cores estão adaptadas aos insectos  e não ao homem.»

   (No livro - Biologia das Flores - de Eigil Holm)

quarta-feira, 12 de abril de 2017

"Miminhos" que eu recebi

Da linda e doce, amiga Sandrinha, do blogue "Ao Toque do Amor" - http://aotoquedoamor.blogspot.pthttp://- recebi estes "miminhos que partilho aqui com os amigos:

    
A amiga Sandrinha
Meus Toques - Selo  Destaque 2017


Iveraldo
Joelma
Alinne
Alessandra
Luiz
Vania
Miss. Cacilca
Viviana
Reflexos Espelhando
V Gitana
 
 
 
Obrigada! Querida Sandrinha 
Que surpresa linda!
 O meu grande e afectuoso abraço e, o desejo de muitas e muitas...bênçãos do nosso Bom Deus e pai.
 

terça-feira, 11 de abril de 2017

O Livro pleno de Paz e o coração cheio de angústia

O saudoso e mui amado irmão Moisés Valador, lendo o o Livro do seu consolo

O LIVRO PLENO DE PAZ  E O CORAÇÃO CHEIO DE ANGÚSTIA

«O coração  do homem vive sempre cheio de angústia  e ansiedade porque está distanciado de Deus. Para este coração ferido de dor, de tédio e de desespero, há uma  grande mensagem de poder e paz que está  inscrita na primeira página do LIVRO:  "NO PRINCÍPIO  DEUS."

Impressionado  com a criação do mundo, o homem não tem reparado nestas três palavras significativas, no pórtico de Génesis "NO PRINCÍPIO DEUS"

Deus no princípio do mundo e de todas as coisas.

Deus no princípio da vida, de todos os planos e de todas as aspirações - eis o fundamento da paz e segurança que os homens esquecem, para segurar-se desesperadamente ao bezerro de ouro dos bens materiais das fazendas,(terrenos)  do fausto e do poder.

O LIVRO DA PAZ diz:  NO PRINCÍPIO DEUS, mas o coração do homem replica: "NO PRINCÍPIO  O OURO". O livro da graça diz: "NO PRINCÍPIO" DEUS", no entanto o coração replica envaidecido: "NO PRNCÍPIO a riqueza, o capital".»

 (João Crisóstomo de Oliveira - no livro - O LIVRO DO CORAÇÃO)

segunda-feira, 10 de abril de 2017

PEIXE VERMELHO - Um poema de Pedro Homem de Mello

O poeta português Pedro Homem de Mello

PEIXE VERMELHO

Nas águas ricas em oiro velho
Flutua certo peixe vermelho.

Vive no meio de águas suaves
Onde há furtivas imagens de aves.

E os olhos claros dos namorados
Na água se alongam esverdeados.

E o negro amora com seu veludo
Na água se alonga e tudo, tudo

Menos o peixe que vive apenas
Num tanque de oiro de águas serenas.


(Pedro Homem de Mello - no livro - SEGREDO- 1953)

domingo, 9 de abril de 2017

Porque hoje é Domingo (435)

Casa de Oração da Igreja ev. Baptista de Morelena .- Sintra

«Cantai ao Senhor em toda a terra; anunciai de dia em dia a sua salvação. Contai entre as nações a sua glória,  entre todos os povos as suas maravilhas. Porque grande é o Senhor, e mui digno de louvor, e mais temível é do que  todos os deuses. Porque todos os deuses dos povos são ídolos; porém o Senhor fez os céus. louvor e magestade há diante dele, força e alegria no seu lugar. Tributai ao Senhor, ó famílias dos povos, tributai glória e força. Tributai ao Senhor a glória de seu nome; trazei presentes, e  vinde perante ele;  Adorai ao Senhor na beleza da sua santidade.»
   (I livro de Crónicas 16:23 a 29)

sábado, 8 de abril de 2017

Para todos os Juízes do meu País

Fonte da imagem:https://pt.123rf.com/

Para todos os Juízes do meu País

Acabei de ler estas palavras de Josafat, rei de Judá, proferidas há muito tempo, e quero dedicá-las ou melhor, endereçá-las, a todos os Juízes do meu País - Portugal:

«Reparem bem no que fazem, pois não é em nome dos homens que administram a justiça, mas em nome do SENHOR, que estará convosco nos vossos julgamentos. Tenham respeito pelo SENHOR e tenham cuidado com o que fazem, porque o SENHOR não tolera injustiças nem faz distinção entre as pessoas, nem se deixa influenciar com presentes.»

(II Livro de Crónicas, 19:6 e 7)
  Na BIBLIA  PARA TODOS

sexta-feira, 7 de abril de 2017

A VERDADEIRA LIBERDADE

Fonte da imagem: http://www.portalfiel.com.br/
A VERDADEIRA LIBERDADE

"A tragédia do século XX" ,  segundo Chesterton citada por João Del Nero, "não é tanto  a falta de liberdade: é a falta de gosto pela liberdade".
Na realidade, o homem do século actual vive um drama quotidiano buscando a liberdade no individualismo egoísta, na satisfação dos seus apetites, na corrida cega e violentadora da salvaguarda dos seus interesses materiais, tornando-se verdadeiro obcecado das competições sem entranhas. Eis a razão das loucuras colectivas em que se perpetram os crimes mais terríveis, em que se fomentam as guerras mais atrozes deixando o mundo transformado numa fogueira indominável alimentada pelo corpo e pela alma do homem desesperado, homem que buscando a riqueza encontra a miséria;  buscando a fama encontra o escárnio; buscando o conforto encontra o meio hostil;  buscando a alegria encontra a lágrima e buscando a liberdade, encontra a escravidão!
Desorientado por esta cegueira e esta dureza de coração é que o homem, cheio de vaidade e personalismo não pode encontrar a liberdade no Livro Santo (Bíblia), liberdade que é  oferecida em todas as suas páginas: liberdade que é sonhada após a passagem do mar Vermelho, liberdade que é realizada na entrada de Canaã pelo povo Hebreu; liberdade que é aspirada pelo filho pródigo feito guardador de porcos, liberdade que é  realizada no seu regresso cheio de arrependimento e humildade; liberdade que é  ansiada pelo pecador afastado de Deus, liberdade que é realizada quando ele submisso se entrega a Cristo com a pergunta Súplice: "Senhor, que queres que faça?"

 (João Crisóstomo  de Oliveira - no livro - A BÍBLIA LIBERDADE SALVADORA

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Do Grande Livro do Amor

Thomas  Woodrow Wilson.
«Acima de tudo, ela deu-me algo
porque viver!
Os seus braços são capazes
de afastar qualquer cuidado;
As suas palavras
são o meu consolo
e inspiração...
E tudo isso, porque
o amor que ela me tem 
é a minha vida.»

(Thomas Woodrow Wilson - Presidente dos Estados Unidos da América
  1856 - 1924
Para a sua mulher Ellen)

quarta-feira, 5 de abril de 2017

A ÁGUIA E O ESCARAVELHO - Curvo Semedo


A ÁGUIA E O ESCARAVELHO

De veloz águia fugindo
Novo pequeno coelho,
Encontra na fuga a toca
Dum graúdo escaravelho.
Posto que ténue este abrigo
Buscando salvar a pele,
Julgar-se pode se o triste
Faria por entrar nele
Comovido o escaravelho
Do mal daquele infeliz,
Á feroz águia intercede:
«Ave real, neste pobre
»Meu compadre e meu vizinho
»Tuas garras não empregues,
»Tem dó dele, coitadinho!
»Sei que para ti não obsta
»O asilo da minha casa,»
Ela nisto num safanão
Lhe dá com o coto d`asa.
A vitima infausta empolga
Do abrigo tendo zombado,
Deixando o bom protector
De frio susto embaçado;
No qual esta horrível cena
Faz tão rápida mudança,
Que toda a sua piedade
Se torna logo em vingança.
Vai ao tronco onde o seu ninho
Tinha a cruel águia feito,
Quebra-lhe os ovos e vem
Inda pouco satisfeito,
Ela vendo o fero estrago
Da sua prole querida,
Com gritos atroa os ares,
Tenta contra a própria vida.
Tomar severa vingança
Em vão do insulto pretende,
Que a pequenez do agressor
Da sua raiva o defende.
No ano seguinte mais alto
Vem seu ninho edificar,
Mas lá mesmo o vingativo
Lhe vai os ovos quebrar.
Assim do coelho a morte
Segunda vez é vingada,
 E a sua atroz matadora
Sente aflição duplicada,
Seis meses em vãos gransnidos
Atroa montes e vales:
Faz este  enojo segundo,
Que se exacerbem  seus males;
Protecção pedindo a Jove
Seu templo excelso procura,
E do númem  no regaço
Guarda a terceira postura.
Naquele sitio sagrado
Põe toda a sua esperança,
Que tem no abrigo do nume
Do seu ninho a segurança.
Mas de tom muda o contrário,
Que os passos todos lhe espreita,
Põe -se  d´alto, e imunda escória
Sobre o manto ao númem  deita;
O sacerdote do templo
Indo-lhe logo limpar,
Os ovos do oculto ninho
Deixa cair e quebrar.
Quando a feroz águia observa
Aquela nova desgraça,
Faz desatinos de louca,
E ao mesmo Jove ameaça.
Qu ´há-de abandonar-lhe a corte
E ir viver para os desertos,
Diz ao monarca dos numes
Com outros mil desacertos.
Jove en honra  à sua estátua
Manda, por ordem real,
Comparecer o agressor
Perante o seu tribunal.
Ele vem, expõe-lhe o facto,
conta a sorte do coelho,
D´águia o Deus repreende a insânia
E a teima do escaravelho.
E fazendo esforços vãos,
Sem que os possa acordes ver,
Assim decreta, do fado
Tendo ouvido o parecer:
« De amor, ó águia  somente
»Sentirás o impulso terno
»Quando o escaravelho obtuso
»Esteja em quartéis d´inverno.»
Assim foi, e assim se cumpre,
Deixando ver ao mortal
Que ás vezes  do mais pequeno
Pode vir o maior mal.

(Curvo Semedo - no livro - Fábulas)

terça-feira, 4 de abril de 2017

PENSE NISTO

PENSE NISTO

«O Senhor a quem servimos, é o consultor jurídico no tribunal da nossa consciência. Uma resolução tomada por nós à revelia  do consentimento do Senhor cuja vontade deve ser feita acima de tudo, ainda que nos pareça lícita, pode realmente não convir aos nossos interesses fundamentalmente espirituais.»

  (Rosalino da Costa Lima - no livro - OUTRORA E AGORA

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Fábula da Fábula - Um poema de Miguel Torga

 O Poeta português  - Miguel Torga.
FÁBULA DA FÁBULA

«Era uma vez
Uma fábula famosa,
Alimentícia 
E moralizadora, 
Que, em verso e prosa,
Toda a gente
Inteligente,
Prudente
E sabedora
Repetia
Aos filhos,
Aos netos
E aos bisnetos.
À base  duns insectos
De que não vale a pena fixar o nome,
A fábula garantia
Que quem cantava
Morria
De fome.

E, realmente...
Simplesmente,
Enquanto a Fábula contava,
Um demónio secreto segredava
Ao ouvido secreto
De cada criatura
Que quem não cantava
Morria de fartura.»

(Miguel Torga - Coimbra -  22 de Julho de 1958

No livro  - Antologia Poética)

domingo, 2 de abril de 2017

Porque hoje é Domingo (434)


Salmo 112

ALELUIA!

«Feliz o homem que teme ao SENHOR
e gosta de cumprir os seus mandamentos.
Os seus descendentes serão pderosos no país;
benditos serão os descendentes dos homens honrados.
Em sus casa haverá abundância  e riqueza
e a sua porperidade durará para sempre.
Ele é como uma luz que brilha  na escuridão para oa retos;
é bondoso, clemente e generoso.
O homem bom empresta com generosidade
e conduz os seus negócios com honradez.
Ele que é fiel jamais cairá
e será sempre lembrado.
Não tem receio das más notícias,
porque o seu coração está firme e confiante no SENHOR.
O seu coração está firme, por isso nada receia,
até ver derrotados oseus inimigos.
Reparte generosamente com os necessitados,
mas a sua generosidade permanecerá para  sempre;
será poderoso e respeitado.
Ao ver isto, o homem mau enfurece-se,
range os dentes e consome-se.
A ambição dos maus fracassa sempre.»

  (Salmo 112 - Na Bíblia para Todos)

sábado, 1 de abril de 2017

O Impacto da Bíblia (2) Adoniran Judson

O missionário  Norte-Americano Adoniran Judson - https://pt.wikipedia.org/


O  IMPACTO DA BÍBLIA

Adoniran Judson, (9 de Agosto de 1788 - 12  de Abril de 1850) foi um notável missionário Norte -Americano, que durante cerca de 40 anos pregou o Evangelho entre os nativos  na Birmânia .- actual Myanmar. Também ajudou na organização da língua  birmanesa.

Acerca da Biblia, afirma:

"Achei as Escrituras doces ao paladar, senti tão grande sede de conhecer as coisas religiosas que, frequentemente, passava quase noites inteiras lendo-as."

(Henrique de  Queiroz Vieira - no livro - O Impacto da Bíblia)

sexta-feira, 31 de março de 2017

Ainda, as Mães

A minha Mãe.
«recordando... 

ESSA VOZ AMÁVEL, CHORARIA DE ALEGRIA
SE PUDESSE OUVI-LA AGORA!»

(Colette - (1873 - 1954)

No livro - Palavras de amor sobre as Mães
Uma oferta preciosa, assinada por os meus quatro filhos:
Pedro, Miguel, João e Zé

quinta-feira, 30 de março de 2017

Sabia que...

As três  primeiras,  e  mais antigas, Universidades de Portugal, foram todas inauguradas no mês de Março?

Senão, veja:
Universidade de Coimbra
 
Universidade Coimbra - Fonte da imagem: http://topazio1950.blogs.sapo.pt/.
Fundação da Universidade de Coimbra -  1 de Março de 1290

Universidade de Lisboa

Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org/.

Fundação da Universidade de Lisboa -      9 de Março de 1911


   Universidade do Porto

 Reitoria da Universidade do Porto. Fonte da imagem:https://erasmusu.com/ .

Fundação da Universidade do Porto - 22 de Março de 1911

quarta-feira, 29 de março de 2017

Apresentando o pintor português João Vaz

O pintor português João Vaz. Fonte da imagem: pt.wikipedia.org/wiki/João_Vaz
Apresentando uma obra sua

Pinturas de João Vaz, Marinha com Barco à Vela; Marinha e Vista de Portimão (Palácio do Correio Velho)   
Fonte  da imagem: http://memoriasimagens.blogspot.pt/


 Alguns dados sobre o Pintor

«Nascido em Setúbal, João Vaz (1859-1931) foi um pintor da geração do naturalismo. Entrou para a Academia de Belas-Artes de Lisboa em 1872, completando o curso em 1878. Diz-se que foi na «escola» do Grupo do Leão e com o pintor Silva Porto, que realmente se formou. Não tendo alcançado bolsa para completar os estudos no estrangeiro, viajou por Madrid e Paris, na companhia de António Ramalho. João Vaz distinguiu-se como marinhista, pintando o Tejo e o Sado, rio que banhava a sua cidade natal. O rio Tejo inspirou-o num grande quadro, que apresentou como proposta para Académico de Mérito em 1897. A crítica portuguesa apreciava a sua pintura, notando uma evolução positiva ao longo dos anos. Fez decorações (colaborando várias vezes com António Ramalho), para o Museu de Artilharia, para a Escola de Medicina, para a Cervejaria Leão de Ouro, para o Palácio das Cortes, para o Hotel do Buçaco, etc. Desde 1884 foi professor de desenho das Escolas Industriais e director da Escola de Afonso Domingues em Xabregas (1889), tendo-se aposentado em 1925.»
   ( http://memoriasimagens.blogspot.pt)

terça-feira, 28 de março de 2017

Aconteceu faz hoje 111 anos

Amentos de choupo . Fonte da imagem:https://pt.wikipedia.org/wiki/ 
28 de Março de 1906

«Apanhei alguns amentos carmesins  de choupo - negro. Nos últimos dias tem estado um tempo muito frio e seco  com fortes vendavais de norte e abundou o "pó de Março" . Esta manhã  vi umas ovas de rã  e umas larvas de tricóptro que foram encontradas e trazidas dum tanque. As larvas estavam metidas nas suas engraçadas caixinhas de pauzinhos e palhas. Uma delas tinha uma casita muito diferente, feita de pedacitos de junco e ervas aquáticas..»

(Edith  Holden)
No livro - A Alegria de Viver com a Natureza.

segunda-feira, 27 de março de 2017

As belas e tão populares Violetas

 As belas violetas. Fonte da imagem:http://healthnbeautyarticles.blogspot.pt/ 
"SOIS AS PRIMEIRAS A APARECER, Ó VIOLETAS!
É O VOSSO PURO MANTO DE PÚRPURA QUE VOS ANUNCIA".

    (Sir Henry Wooton)

NO livro - A Alegria de Viver com a Naturza 
de: Edith Holden

domingo, 26 de março de 2017

Porque hoje é Domingo (433)


EXORTAÇÃO À SANTIDADE

«É assim que diz a Escritura:

Todo o homem é como a erva.
A erva seca e a flor cai,
mas a palavra do Senhor permanece para sempre.
É esta a mensagem da boa nova que vos foi anunciada.
Deixem portanto toda a espécie de maldade, toda a mentira,  fingimento, invejas e murmurações. Como crianças recém-nascidas, desejem o leite espiritual e puro para com ele crescerem para a salvação, se é que  já saborearam como o Senhor é bom.»

(I Ep. de S. Pedro 1:24 a  2:1 a 3)

 Na Bíblia para Todos

sábado, 25 de março de 2017

FELICIDADE - Um Poema de Pedro Homem de Mello

O Poeta português - Pedro Homem de Mello.
  Fonte: http://afifedigital.blogs.sapo.pt

sexta-feira, 24 de março de 2017

O Rei Salomão e a Rainha de Sabá

O Rei Salomão recebendo a Rainha de  Sabá - Fonte da imagem. http://livrespelafe.blogspot.pt. 
Ando a ler, na Bíblia,  o II Livro de Crónicas dos Reis de Judá.Calmamente, tranquilamente, sem pressas. Hoje, de manhã, li o capítulo  9 do qual gostei tanto e achei tão bonito, que não resisto a partilhá-lo aqui com os amigos.

«A fama do Rei Salomão chegou até à corte da Rainha de Sabá. Por isso, ela foi a Jerusalém  para o pôr à prova com perguntas difíceis. Foi acompanhada por um grande séquito, com camelos carregados de perfumes, grande quantidade de ouro e de pedras preciosas. Quando se encontrou com Salomão, expôs-lhe tudo o que tinha pensado. Salomão respondeu a todas as questões, sem deixar uma única  a que não soubesse dar resposta. A rainha de Sabá pôde apreciar a sabedoria de Salomão, o palácio que ele tinha construído, os manjares da sua mesa, o modo como os seus cortesãos  ocupavam os seus lugares, a maneira de vestir dos seus empregados,  e dos que serviam à mesa e pôde ver o rei a subir em procissão para o templo do SENHOR. Perante tudo isto, ela ficou  tão impressionada que disse ao rei:«É realmente verdade tudo o que eu tinha ouvido no meu país a respeito das tuas obras e da tua sabedoria! Mas só agora é que eu posso acreditar, depois de ter vindo e ter visto com  os meus olhos. Não me tinham contado nem metade do que é a tua sabedoria, pois é muito mais do que me tinham dito. Felizes os que vivem contigo e os que estão ao teu  serviço, pois estão sempre junto de ti e ouvem as tuas palavras de sabedoria. Louvado seja o SENHOR, teu Deus,, que te escolheu para subires ao seu trono e seres o seu rei!  Foi pelo seu amor a Israel, que ele quer manter para sempre, que o Senhor te fez rei, para os governares com rectidão e justiça!»
     Ofereceu depois a Salomão cerca de três toneladas e meia de ouro, uma grande quantidade de perfumes e de pedras preciosas. Nunca se viram em Israel tantos perfumes como os que  ofereceu a rainha de Sabá a Salomão.
   Os homens que  estavam ao serviço  do rei Hiram, juntamente  com os de Salomão tinham-lhe levado de Ofir, ouro, madeira de sândalo e pedras preciosas. Com a madeira de sândalo, o rei fez o soalho  do templo do SENHOR e do palácio real e também as harpas e as liras para os cantores. Nunca se  tinha visto coisa semelhante em Judá. Por sua parte, o rei Salomão ofereceu à rainha de Sabá  tudo o que ela desejava e lhe pediu, pois mais  do que ela  própria tinha levado ao rei. Depois disto, a rainha voltou para o seu pais com aqueles que a acompanhavam.»

  (II livro de Crónicas 9:1 a 12)
     Na Bíblia para Todos

quinta-feira, 23 de março de 2017

Os narcisos

Os belos narcisos. Fonte da imagem: http://universodaespiritualidade.com/
«Os narcisos, que chegam
antes das andorinhas
e enchem de beleza
os ventos de Março.»
 
(Shakespeare)

No livro - A Alegria de viver com a Natureza - de Edith Holden

quarta-feira, 22 de março de 2017

Antes de subir o pano - do livro - ABC Teatral

ABC Teatral - Uma edição de 1949 -  Pap.Fernandes. Fonte da imagem: https://www.abebooks.com/ 

Num pequeno opúsculo, com o mesmo nome do livro da imagem acima, mas, creio que de edição bastante anterior, encontrei, casualmente, o texto que passo a apresentar:

Antes de subir o pano

Meninos e meninas

«Apenas dois dedos  de conversa, na abertura deste livrinho, propositadamente escrito para vós.
    A par do ABC escolar, em que aprendestes a conhecer e a juntar as luminosas letras do Alfabeto, aqui tendes,  bons amiguinhos, o vosso ABC Teatral. Exercitai a memória, lendo e decorando os diferentes  recitativos contidos nas suas páginas, e mostrai,  sem timidez mas com modéstia - porque é feio sermos vaidosos! - aos vossos  parentes e amigos, o talento artístico que possuís.
    Não hão-de faltar-vos ocasiões propícias para o fazerdes: um dia de anos,  um serão familiar, uma festa da Escola, uma reunião de companheiros durante as férias, uma tarde em que o frio ou a chuva vos obrigou a ficar em casa, a noite da grande Consoada, o dia esperançoso do Ano Bom.
    E os vossos pais e os vossos Mestres não hão-de dar por mal empregado o tempo que dedicardes a tão interessante e proveitosa distracção. Melhor será entreter assim o tempo do que andar  vadiando pelas ruas na  jogatina da bola, rompendo as solas, sujando os fatos, magoando quem passa, a atirar pedras às vidraças, a escalar perigosamente os muros do quintal do vizinho para lhe ratonar a melhor fruta, ou destruir os ninhos das úteis  e indefezas avezinhas - acções que jamais deveis  praticar, pela simples razão de que cometer tais actos revela  maus instintos  e é uma prova de falta de educação.
    Tirar um ninho aos inocentes passarinhos, que tantos benefícios  nos prestam, é destruir um lar com a sua família, e nenhum de vós, por certo, gostaria de ficar sem a sua casa, sem o seu Pai, sem Mãe,  que tanto vos adoram.
    Brincai, pois, aos Teatros e tende a certeza de que nesse divertimento, que forma o coração e recreia o espírito, encontrareis  os mais agradáveis momentos de alegria.
    E, já agora,  com estas pequeninas recomendações, aí vão os sinceros votos de grandes triunfos e... muitos aplausos.»

   Crede na muita estima dos
                                                vossos amiguinhos

       (Assinam:  Alfredo Cabral e Reinaldo Ferreira)

terça-feira, 21 de março de 2017

Saudemos a Primavera que acabou de chegar

Dá gosto ver por aí, as magnólias floridas - Esta é de Rio-Maior. Uma foto minha.  
As Olaias estão um encanto.
Os ciclames em toda a sua beleza A foto é minha, o ciclame da Raquel..
Quanta beleza no lírio roxo do campo! Este é meu vizinho, aqui de Fitares. A foto é minha.
As belíssimas estrelas de Belém. Na  Segueteira, em Maceira - A foto é minha.
A graciosa candeia . Flor da minha infância. Esta fotografei-a no Sabugo - aqui perto.
As lindas rosas caninas - Estão aqui, estão aí...
As florinhas azuis que nascem à beira dos caminhos. Estas fotografei-as aqui em Mira-Sintra.
Tudo isto é Primavera!
 
E a propósito, lembrei-me de um lindo corinho que cantamos na nossa igreja:

UMA CENTELHA SÓ

Uma centelha só,
Um grande fogo faz,
Queimando ao redor
E a todos o  calor traz.
O amor de Deus, assim é.
É só experimentar,
E conhecer Jesus Senhor,
E tu vais transmitir.

A Primavera é  a mais linda
E verde estação
As aves a cantar
E a flor que surge de um  botão.
O amor de Deus assim é.
É só experimentar 
E conhecer Jesus Senhor
E tu vais transmitir!

Eu quero que conheças 
A felicidade
 Igual à que encontrei
Que é realidade.
Do alto da montanha
Ao mundo vou falar
Que encontrei Jesus, Senhor
E quero transmitir!

Que bom que a Primavera chegou!

Por ela, e por tudo que ela trás, agradeçamos a Deus.

Desejo  a todos os amigos que habitualmente por aqui passam,
uma linda e abençoada Primavera.