sábado, 14 de julho de 2012

Porquê pena suspensa, e não pena efectiva, para o cantor Paco Bandeira?

                                O cantor Paco Bandeira - Fonte da imagem: http://www.novagente.pt

O cantor Paco Bandeira foi ontem condenado a uma pena suspensa de 3 anos e 4 meses, por violência doméstica sobre a companheira,  que com ele viveu 12 anos. Também foi obrigado a pagar á vitima uma indemenização de 3.000 Euros, por danos morais.

O cantor chegou ao ponto de encostar uma pistola á cabeça da mulher, quando ela segurava ao colo a filha de ambos, de dois anos.

Eu pergunto:
Porquê, pena suspensa?
Porquê apenas 3.000 Euros de indemenização?

Quando as prisões estão cheias de pobres, e continuamos a constatar que nem os ricos, nem os políticos, nem os famosos, lá vão parar...perguntamo-nos onde está a justiça?  Num país onde só nos primeiros seis meses deste ano já foram mortas pelos companheiros 10 mulheres, e onde todos os dias há uma quantidade de mulheres vitimas de violência doméstica, não seria justo e pedagógico que o cantor fosse mesmo preso, e tivesse que pagar um valor  bem mais alto de indemenização á vitima, depois de tudo que ela passou? Os jornais de hoje dizem que a Juíza que fez o julgamento, no final disse ao arguido: "Espero que tal não venha mais a repetir-se".
Porque o disse? Eu creio que foi por ver nele  possibilidades de tal vir a acontecer.
Mesmo assim...pena suspensa?
Em Portugal "usa-se  e abusa-se" da pena suspensa.
A prisão efectiva é para os pobres.
Para mim, para  minha noção de justiça, ou  é culpado  e vai preso, ou é inocente e sai em liberdade. Sobretudo quando  são vidas humanas que estão em causa, não posso de forma alguma concordar com a pena suspensa.

4 comentários:

manuel marques Arroz disse...

Dinheiro e brandes costumes minha cara.

Abraço.

Marlene Maravilha disse...

Querida! Saudades!
Está tudo bem comigo, gracas a Deus, mas fui fazer um pouco de companhia para a minha mae que está em outro estado, e nao tive mais tempo para o computador.
Quanto ao assunto em questao, isto é mesmo sério. Muitas decisoes precisariam ser tomadas para a justica ser feita ao infrator.
Eu sou drástica neste assunto.
Um excelente domingo e uma semana abencoada. Até qualquer hora! Quem sabe consigo atualizar o blog...
beijos

Marlene Maravilha disse...

Querida! Saudades!
Está tudo bem comigo, gracas a Deus, mas fui fazer um pouco de companhia para a minha mae que está em outro estado, e nao tive mais tempo para o computador.
Quanto ao assunto em questao, isto é mesmo sério. Muitas decisoes precisariam ser tomadas para a justica ser feita ao infrator.
Eu sou drástica neste assunto.
Um excelente domingo e uma semana abencoada. Até qualquer hora! Quem sabe consigo atualizar o blog...
beijos

dilita disse...

Olá Viviana,bom Domingo!

Começa a ser vulgar infelismente,libertar quem tanto mal fez.
Na passada semana foi aquele que estando ligado a uma televisão era conhecido, respondeu por abuso numa menina de 13 anos. Saiu sorridente, e com pena suspensa, embora fosse referida grande tendência para voltar a prevaricar.
O advogado bem conhecido também,
todo sorrisos, afirmava ter-se feito justiça. Mas que justiça????? Como se arrependeu...
mereceu...-Como nós estamos de critérios...
Tenho a certeza que as cadeias estão cheias de arrependidos,e alguns sinceros, e contudo alí estão a pagar pelo seu erro.
Porém, para os endinheirados "a coisa" atenua-se...
Seria bom ressuscitar o Marquês de Pombal...
Beijinhos.