quinta-feira, 27 de junho de 2013

Canção - de Eugénio de Andrade


Fonte da imagem:www.nestemomento.com 

                   Canção

Tinha um cravo no meu balcão;
     veio um rapaz e pediu-mo
        -  mãe, dou-lho ou não?

Sentada, bordava um lenço de mão;
      veio um rapaz e pediu-mo
         -  mãe, dou-lho ou não?

Dei um cravo e dei um lenço,
       só não dei meu coração;
       mas se o rapaz mo pedir
           -  mãe, dou-lho ou não?

  (Eugénio de Andrade)

2 comentários:

Rita disse...

Bom dia minha querida , e que bonitos
versos desse cravo tão bonito
Vim te visitar depois de algum tempo e vejo que tudo continua belo por aqui, desejo sempre o melhor pra vc
Bjuss com carinho dessa quinta feira de chuva

Rita!!!!

Viviana disse...

Olá Rita

Que bom encontrá-la por aqui!

Obrigada, amiga, pela sua visitae pelass uas tão amáveis palavras.
Um grande abraço
Viviana