sábado, 19 de julho de 2014

O Mar - Michel Quoist

O mar calmo  na Praia  Grande - Sintra

  O MAR

...Eu vi, Senhor, o mar sombrio e furioso, investir contra os
          rochedos.
De longe as vagas  tomavam o impulso, orgulhosas, de pé,
       saltavam, atropelavam-se umas ás outras, para toma-
       rem a frente e serem  as primeiras a bater.
Quando se desmanchava a espuma branca, deixando intac-
       ta a rocha, tinham partido as vagas, correndo para de
       novo se lançarem.

Vi, outro dia, o mar calmo e sereno.
Vinham de muito longe as ondas de bruços rastejando,
       para não chamar a atenção.
Dando-se as mãos, ajuizadas, deslizavam sem ruído e
       espraiavam-se á vontade na areia, para tocar a orla,
       com a ponta dos seus  bonitos dedos de espuma.

Faze, Senhor, que eu evite as pancadas sem rumo que
       cansam e magoam, e não atigem o inimigo.
Afasta de mim as cóleras espectaculares, que chamam
       a atenção mas deixam inútilmente enfraquecido.
Não permitas que orgulhosamente eu queira sempre pre-
      terir os outros, esmagando, ao passar, os que vão à
      frente.
Apaga do meu rosto o ar sombrio das tempestades ven-
      cedoras.

Ao contrário, Senhor, faze que calmamente eu preencha
     os meus dias, tal como o mar lentamente recobre toda
     a praia.
Faze-me humilde como o mar, quando silencioso e ameno
       avança sem se fazer notar.
Dá-me a graça de esperar os meus irmãos, medir  os meus
      passos pelos deles, para com eles subir.
Concede-me a perseverança triunfante das ondas.
Faze que cada um dos meus recuos seja ocasião de subida.
Dá a meu rosto a claridade das águas límpidas, à minha
      alma a brancura da espuma;
Ilumina a minha vida como os raios do Teu Sol fazem
        cantar o espelho das águas.
Mas sobretudo, Senhor, faze que eu não guarde para mim
      esta Luz, e que todos os que de mim se aproximem
      voltem a casa ávidos de se banharem na Tua Graça
      Eterna.

( Michel Quoist - no livro - Poemas para Orar)

6 comentários:

Rosa disse...

Olá Viviana.
Já há algum tempo que não escrevia Quoist.
Mais um poema (oração) lindo e sentido...

Faço minha a oração.
Obrigada Viviana por o ter postado.


Bom fim de sábado e bom Domingo.
Abraços.

Sandra Veneziani disse...

Vim, te visitar e oferecer um cartão pelo dia do Amigo. Saiba, que tenho muita consideração por você e gosto muito de ter sua amizade.Com carinho-San

Viviana disse...

Querida Rosa

Palavras tocantes...

Belas!

Gostei muito.
Um abraço
Viviana

Viviana disse...

Querida Sandrinha

Olá, amiga!

Eu sei..eu sei...
Quanto me sinto enriquecida com o seu carinho e amizade!?

Obrigada! Muito obrigada!

Um beijo
Viviana

Paula Simões disse...

Que oração maravilhosa! Muito obrigada por disponibilizá-la.

Viviana disse...

Olá, Paula

Que bom que gostou do poema ...
É maravilhoso, sem dúvida.
Cada vez que o leio de novo...mais belo me parece.
Obrigada por a visita e pelo comentário

Um abraço
Viviana