quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Salvé o dia 10/12/911


Foto da Mãe

Em plena primavera, em Campo Ramon- Oberá- Misiones- Argentina, no dia dez de Dezembro de mil novecentos e onze, nascia uma menina a quem foi dado o nome de Juana Warda, primeira, de um total de dez filhos do Alvar Bengelsdorff e da Olga Schwartz.
Essa menina, filha de um finlandês e de uma alemã, vinte e sete anos mais tarde viria a ser a minha Mãe.
A minha mãe, que foi uma mulher extraordinária, uma mulher trabalhadora como vi poucas, uma mulher lutadora, tambem uma mulher sofredora, mas que nunca baixou os braços, nem nunca virou as costas ás dificuldades. Uma mulher de fé firme e robusta, com um respeito e reverência por Deus e o que a Ele diz respeito, como nunca vi.
Estava determinado desde o princípio, que ela, por circunstâncias da vida, teria de deixar a sua terra que ela tanto amava, a sua família a quem a prendiam laços muito fortes de afecto e ternura, salientado aqui a sua querida mãe, a quem nunca mais veria. Deixar a sua chacara, os seus jardins, os seus cavalos, o potrero cheio de vacas, os campos de yerba mate, as suas plantações de cana de açucar, os seus bananais, os eus campos de amendoím, tudo, tudo ela deixou para acompanhar o marido para um país tão distante e tão estranho para ela, que foi Portugal.
Aqui chegámos em 1944, para ficarmos por um ano e voltarmos, só que a guerra impediu-nos de sair...e, até hoje cá estamos.
O seu espírito, está desde o dia 23 de Dezembro de 2001 no céu, louvando e glorificando o seu Deus a quem ela tanto amava e respeitava. O seu corpo descansa dos seus trabalhos e dos seus sofrimentos, em Montelavar - Sintra, onde aguarda com o marido, o dia glorioso da ressurreição, quando, segundo as Sagradas Escrituras, o Senhor Jesus Cristo voltará para o juízo final, levando-a então para junto de si, para usufruir cabalmente da vida eterna, que Deus oferece gratuitamente, a quem estiver disponível para aceitar o sacrifício do seu Filho, Jesus Cristo, na cruz do Calvário em lugar de todos nós.
A minha Mãe faz hoje 98 anos.
Eu digo "faz", porque é assim que eu conto o tempo de vida dela.
Ela partiu há oito anos, mas, para mim, ela só não está comigo fisicamente...pois ela permanece e caminha comigo na vida, estando presente em todos os passos que eu aqui der.
Neste dia do seu aniversário, ela está comigo.
Neste dia do seu aniversário, eu glorifico, louvo, bendigo e agradeço de todo o meu coração e de toda a minha alma, ao meu Deus, a mãe linda e amorosa que ele me deu.

Muito, muito obrigada, Senhor!

15 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Mãe:

Amor...

Carinho...

Dedicação...

Ternura...

Afeto...


Bom dia amiga!

beijooo.

esperança disse...

Bom dia minha querida e doce maninha Viviana.

SALVÉ!!! Mãe querida!!!....

Maninha, faço minhas todas as tuas palavras..................
Também eu, agora e sempre, agradeço a Deus a mãe que me deu a mim e aos meus irmãozinhos.
Que mãe nós tivemos!!! Nós devíamos ter seguido o seu exemplo à risca, mas eu não fui como ela, nem-um-pouco mais-ou-menos. Quem me dera que os nossos filhos seguissem o seu exemplo. Ela deu-se até à medula... Em compreensão, como ninguém; diz-me se conheces alguma mãe que não tenha negado nada aos filhos? Ela nunca disse não, a nenhum de nós, e tu sabes bem que isto é verdade; dizia também: não faça isso filha, a mãe faz; o seu tempo chegará; e que grande verdade!!!... Trabalhou como ninguém, sofreu muitas saudades, sofreu por não ter tanto como queria, para dar aos filhos, mas fez das tripas coração e levou tudo pela frente...andou quilómetros...para vender o queijo da Serra e os;bolos que fazia, e quando vinha do mercado trazia sempre um miminho, a nossa Teresinha estava sempre à espera dela. Mas não era mole, ela era um general, a sua palavra era lei !!!!...
Tenho que dizer que ela era uma grande e culta senhora.
Tem, tenhamos todos um bom dia.
Esperança

Maria Emília disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Emília disse...

Parabéns Nena!

Foi bom revê-la nesta belíssima foto. Que idade teria? Lembro-me dela assim na altura que a conheci, estou certa?
Obrigada por ter partilhado connosco um pouco da Nena.

Parabéns também a todos os filhos e netos por lembrarem este dia com alegria e gratidão.

Um abraço enorme.
Mimi

Avozinha disse...

Parabéns a todos os filhos, netos, bisnetos. Gosto muito de recordá-la!

Viviana disse...

Olá Ana linda

Sim, querida amiga!

Mãe é tudo isso.

Não imagina o quanto estou feliz hoje!

Porque um dia a minha mãe nasceu!

E nasceu para ser minha mãe!

Um grande abraço

viviana

Viviana disse...

Olá minha linda maninha Esperança

È verdade!

Que mãe nós tivemos!!!

Quando olho para trás e vejo tão plenamente, tão perfeitamente, o nosso viver no dia a dia com ela, e com o nosso querido Pai...vibro de contentamento, de alegria!

Foi tudo tão belo!
Foi tudo tão bom!
Com tudo o que passámos de menos agradável, houve sempre muita alegria, nuita ternura! Tanto encorajamento... tanta paz.

Rendamos infinitas graças a Deus.

Um beijo

viviana

Viviana disse...

Querida Mimi.

A nossa Nena!

Ùnica! Inegualável!

Como bem sabe.

Nessa foto ela teria cerca de sessenta anos.

Tirou-a em Sintra na "Foto Granja" que ainda lá está no mesmo sítio.

Obrigada por todo o carinho e ternura que lhe dedicou.

Ela gostava muito de si.

Um grande abraço, querida amiga e comadre

viviana

Viviana disse...

Olá querida Eunice

Lembra-se muito dela, não é?

Como ela gostava tanto de receber as pessoas e oferecer um cházinho!

E conversar...

Apreciava muito conversar.

E quanta coisa ela tinha para partilhar!

quando começava a falar da Argentina...não acabava tão cedo.

Que doces recordações!

Deus seja louvado.

Obrigada por o carinho e amizade dispensadas.

Bem haja.

Saúde e muita alegria para si, para o Henrique e para os filhos e netinhos

Um abraço

viviana

Maria Antonia disse...

Minha querida Amiga

Mais uma vez aqui estive embebecida a visitar o seu blogue.
Como me faz sentir bem visitá-lo.
A calma...a ternura...o amor que transmite nas palavras enchem meu coração de serenidade.
Como o mundo seria maravilhoso se existissem mais pessoas como a minha Amiga. Bem Haja
Um beijinho de muita amizade
Mitó

renato disse...

Olá, Viviana!

"Parabéns Mãe"!

É muito bom, sabe-nos muito bem ler algo sobre a nossa Mãe! E a Viviana, melhor do que ninguém o fez!

Parabéns para a Viviana e familia pelo amor que eternamente perdurará pela Mãe!

Um abraço,

Renato

gaivota disse...

a tua Mãe é linda, minha querida, parabéns, sempre, porque as MÃES estão sempre vivas e ao pé de nós, protegem-nos sempre...
a MÃE é tudo, para sempre
beijinhos

Viviana disse...

Olá Mitó, minha boa e querida amiga

Que bom que veio e que apreciou!
Isso me alegra, creia.

Sou grata a Deus pela nossa amizade, que nasceu do nosso amor pelos animais abandonados!

Veja só!

Os três estão muito felizes:

A Neca, a Lara e o Teco!

Tenha um lindo dia

Um beijo

viviana

Viviana disse...

Olá Renato, meu bom amigo Do Norte


Obrigada .

Obrigada pelas palavras de estímulo e amizade.

MÂE!

È palavra doce como o mel e o licor do favos!

Um abraço

Tenha um lindo dia

viviana

Viviana disse...

Olá Gaivota linda

"Nazarena"

Obrigada amiga, pelas palavras deixadas.

Tu e eu, sabemos tão bem o que significa ser... e ter mãe!

Já temos deixado escapar do coração muito desse sentir...

Desejo uma boa sexta-feira

Um abraço

viviana