quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Os 75 anos de "A Mensagem" de Fernando Pessoa


A Mensagem - imagem da net

Acabaram de decorrer 75 anos sobre a publicação de "A Mensagem" de Fernando Pessoa, e assim sendo, não poderia deixar passar esta data tão significativa sem trazer aqui algo sobre o assunto.
Fernando Pessoa é, juntamente com Miguel Torga, o meu poeta preferido.
Confesso que sou uma inculta em relação á sua extraordinária obra, conhecida, louvada e admirada um pouco por todo o mundo.
No entanto, o que eu posso afirmar é que "quanto mais o leio, mais me enleio",
nos seus poemas, nas suas palavras, no seu sentir.

"Há exactamente 75 anos, no dia 1 de Dezembro de 1934, a editora Parceria António Maria Pereira, de Lisboa, publicava o volume de poemas "Mensagem". O autor, Fernando Pessoa, tinha então 46 anos - morreria quase exactamente um ano depois, a 30 de Novembro de 1935 - e, em formato de livro, descontado um folheto, depois repudiado, no qual defendia uma ditadura militar para Portugal, editara apenas alguns opúsculos de poesia inglesa.

Para comemorar o 75º aniversário da "Mensagem", a Guimarães lançou um fac-símile do dactiloscrito que Pessoa entregou nas oficinas tipográficas da Editorial Império, onde o livro foi impresso. Luís Vilaça, da Guimarães, chama-lhe "edição clonada" para acentuar que o objectivo da editora foi criar um objecto virtualmente indistinguível do original hoje conservado na Biblioteca Nacional. Desde a encadernação em tecido que Pessoa mandou fazer do dactiloscrito até à qualidade do papel, tudo foi minuciosamente reproduzido. Tal como no original, a palavra Mensagem aparece redigida a lápis, na folha de rosto, sob o título Portugal (que Pessoa só abandonou no último momento), escrito à máquina e riscado por cima."

Da Mensagem, transcrevo aqui, um dos seus belos poemas, que para mim é muito especial:

O Padrão

O esforço é grande e o homem é pequeno
Eu, Diogo Cão, navegador, deixei
este padrão ao pé do areal moreno
e para deante naveguei.

A alma é divina e a obra é imperfeita.
Este padrão signala ao vento e aos céus
Que, da obra ousada, é minha a parte feita:
O por fazer é só com Deus.

E ao immenso e possível oceano
Ensinam estas quinas, que aqui vês,
Que o mar com fim será grego ou romano:
O mar sem fim é portuguez.

E a Cruz ao alto diz que o que me há na alma
E faz a febre em mim de navegar
Só encontrará de Deus na eterna calma
O porto sempre por achar.
(Fernando Pessoa)

6 comentários:

Ao toque do Amor disse...

Oi,minha linda e doce Viviana...parabens!
ontem foi o seu aniversário e que benção poder viver mais um ano com Jesus ao seu lado.
Ontem, não pude vir pois estive no hospital o tempo todo, desde domingo meu marido esta na uti teve um infarto, ontem fizeram cateterismo e o caso dele é gravissimo. Há possibilidade de colocar ponte de safena mas devido o quadro acham que ele pode não aguentar. Mas..sei que a palavra final é do senhor e se ele permitiu que o Celso chegasse até aqui é porque tem propositos na vida dele. Estou confiante, mas tb estou preocupada e nervosa.
Ore minha irmã, peça ao Deus soberano e pai amoroso que esteja orientando os medicos e dando força e vitalidade ao Celso para passar por tudo isso e por mim e meus filhos que nos de paz e esperança sempre.
bjus
assim, que for possivel farei um lindo mimo pra voce. Não esqueça de pegar o cartão de natal do toque
te amo
san

Viviana disse...

Sandrinha querida

Amiga do coração

Não sabia.

Ultimamente não tenho visitado os blogues amigos porque tenho estado envolvida com vários afazeres.

Lamento o sucedido, boa amiga.

deve ser difícil mesmo.

Eu estou aqui, para interceder e derramar a minha alma perante o Senhor.

Vamos confiar.

Pedirei aos meus familiares e amigos para participarem dessa intercessão.

O Senhor é Fiel!

Desejo que o seu coraçãozinho possa ficar tranquilo no meio dessa tempestade.

Abraço-a com muito carinho

viviana

renato disse...

Olá, Viviana!

Eu também gosto de Fernando Pessoa e Miguel Torga, mas juntaria ao meu leque de Poetas, o nome de Jorge de Sena!

E que dizer desta "Mensagem" de Pessoa? Excelente, como todos os seus belos manuscritos!

Um abraço,

Renato

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Viviana!

Parabéns pelo aniversário!!

Dias sempre iluminados em sua vida!!

Fernando Pessoa dispensa comentários ,creio ser um dos poetas mais amados da língua portuguesa e porque não ,do mundo!

Um beijo com todo o meu carinho e admiração!!

Sonia Regina.

Viviana disse...

Olá Renato meu bom amigo

Já sabia que admirava a obra de Pessoa e Torga: só Jorge de sena é que ainda não sabia...

Fui espreitar...mas , possivelmente por ignorância minha...não apreciei muito o estilo.

Desejo-lhe uma boa sexta-feira

Um abraço

viviana

Viviana disse...

Querida Sónia

Estou-lhe muito grata pelos parabèns...e tambem...por tanto carinho e amizade para comigo.

Que o bom Deus sempre esteja consigo e com a sua linda família, não esquecendo a Gabi!

Beijos

viviana