terça-feira, 21 de setembro de 2010

É tempo das vindimas


A família a vindimar


Uma bela imagem da vinha e das uvas.


O amigo Helder conduzindo o tractor carregado de uvas.


A amiga Rosa mostrando os belos cachos.

Habitualmente, nas duas últimas semanas de Setembro,é tempo de vindimar.Colher as belas uvas para transformá-las em vinho delicioso.
Recordo com saudade os meus tempos de adolescente e jovem, quando ia para as vindimas.

A minha boa amiga Rosa, de Águeda, juntamente com o amigo Helder, seu marido, a Tânia e a Carina suas filhas, viveram ontem um dia muito especial: O dia da vindima.
A Rosa teve a amabilidade de enviar-me algumas fotografias, por sinal muito lindas...relativas ao evento. Lembrei-me de partilhá-las aqui com os amigos que têm a gentileza de por aqui passar.
Obrigada Rosa!
Obrigada Helder!
Gostei muito.

3 comentários:

esperança disse...

Boa noite querida e doce maninha.

Foi boa ideia partilhar connosco as fotos que a D. Rosa te mandou. Olha eu gostei muito, pois assim, quando pensar nela vejo a linda casa branca, aquele caminho...Imagino-a, imagino-os, por ali sempre que o meu pensamento voar até lá.
Que linda esta D. Rosa!..Está mesmo bem!!..E até parasse que nos está a oferecer os belos cachos de uvas que tem na mão. Ainda algum dia hei-de provar das uvas brancas e das pretas,ummmmmmmmm
Um forte abraça para o Sr. Hélder e carinhosos beijos para si e para as meninas.
Tem maninha, tenhamos todos uma noite tranquila
Esperança

Viviana disse...

Olá minha linda maninha Esperança

Também achei lindas e significativas estas fotografias que a querida amiga Rosa me enviou.

Sabes que eu tinha um convite para lá ir saborear estas esplendidas uvas!?

Pois é... ainda não foi desta.
Claro que o convite já te foi feito também...eu sei.

beijinhos para ti e para o João Pedro

Viviana

Fernanda disse...

Ola Vivana, so`vi agora o seu comentario em viver e sentir. e`claro que pode retirar tudo o que quiser dos nossos blogs, sem pedir autorizacao, pois sei que sera`bem usado e com honestidade. As vindimas fazem parte das minhas recordacoes de infancia devido ao meu avo ter sempre grandes vindimas. belos tempos!
Belos cachos de uvas Rosa!
Um abraco meu e do Eduardo!