sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O "rei mamom"



Era eu bastante pequenita quando soube que existia o dinheiro, e nos meus setenta anos de vida sempre ouvi falar de dinheiro, porém nunca como nos dias de hoje, momento histórico da humanidade em que é "mamom", rei dinheiro, que governa o mundo em geral e a Europa e a América do Norte em particular.
A confusão, a incerteza e o medo, estão instalados e os países um a um, vão como que perdendo a sua própria soberania, subjugados aos bancos e ás agencias de rating, por se terem endividado até mais não, estando á beira do desespero, sem saber como resistir, "tirando couro e cabelo" ao povo, causando situações alarmantes de carência, sofrimento e pobreza. Para já não falar da "morte da esperança" que a cada dia que passa cavalga a trote e a galope.

Confesso que não suporto mais acordar, lidar deitar e...levantar... a ouvir falar em dinheiro ou na falta dele. Que loucura! Neste momento da história do mundo é verdadeiramente o "rei mamom" que reina e governa.

Por causa disto, e por já não suportar mais...tenho-me lembrado e meditado nas palavras que aprendi desde pequenina na Bíblia Sagrada, palavras de sabedoria válidas para todos os tempos e para todas as civilizações, as quais foram escritas para orientação dos homens, de modo que quando conhecidas, tidas em conta e praticadas, resultariam em bem para todos os povos e todas as nações.
Porém, quem é que quer saber dessas palavras? Quem é que lhes presta atenção ou pensa nelas?

Passo a citar algumas:

«Amontoei para mim prata, e ouro, e joias dos reis da terra, engrandeci-me e aumentei mais do que todos que houve antes de mim, em Jerusalém; perseverou também comigo a minha sabedoria, nem privei o meu coração da alegria alguma; e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito e que nenhum proveito havia debaixo do sol."» (Livro do Eclesiástes 2:8)

"Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões mimam e roubam. Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
(Ev. de S. Mateus 6:19 a 21)

"Os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muita concupiscência loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e na ruína. (I Ep. de S, Paulo a Timoteo cap. 6:9)

"Porque o amor ao dinheiro é a raíz de toda a espécie de males".
I E. de S. Paulo a Timóteo 6:10)

"Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há-de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a mamom".
Ev. de S. Mateu cap. 6: 24)

"Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos; que façam o bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente e sejam comunicáveis; que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna."
(I Ep. de S. Paulo a Timóteo 6:17)

2 comentários:

manuel marques disse...

Esta ditadura global deu no que deu,os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais na miséria...

Abraço e bom fim d semana.

Pelos caminhos da vida. disse...

Faço das palavras de Manuel as minhas.

Fim de semana iluminado amiga.

beijooo.