terça-feira, 1 de novembro de 2011

NÃO AO HALLOWEEN


Clique em cima para ver melhor

A minha neta Inês, de doze anos, ontem veio directamente do Colégio para minha casa para passar o feriado connosco. Mal entrou a porta, pousando a pesada mochila, com os livros, exclamou:
"Ai que alívio! Chegar a este lugar tranquilo e seguro!
Ó avó, foi tão assustador estar hoje na escola!
Todos a assustarem uns aos outros usando máscaras e "acessórios". Detestei."
A seguir dissse-me: "olha avó, vou buscar aqui uma coisa que tu vais gostar de ver."
Voltou, trazendo um pequeno cartaz, elaborado por uma pessoa da sua igreja, com um texto contra o Halloween, que eu gostei de ler, pois nunca concordei que em Portugal se adopte uma tradição de cariz anglo-saxónico que não nos diz nada e não tem absolutamente nada a ver connnsoco; ainda por cima abordando temas que são anti-cristãos e que vão contra os ensinamentos de Jesus.

7 comentários:

dilita disse...

Olá Viviana!

Para mim hoje é dia de todos os Santos. Todos! Aqueles que foram diferentes de nós,foram melhores do que nós, e por isso foram considerados Santos. Também por ser um dia encostado ao dia de quem já partiu,não me inspira alegrias carnavalescas.( Eu também estou fora de moda...) Há tanta coisa actualmente que eu censuro "baixinho"...
Beijinhos Viviana, e boa semana.

Pr Jorge Figueiredo disse...

Concordo plenamente, inclusive escrevi um post " alerta Cristão" sobre o assunto. que bom saber que outras vozes também se ergueram . Parabens a netinha

Ao toque do Amor disse...

Olá, minha linda e doce Viviana, ofereço a voce, que é minha seguidora do Toque,
mimos que marcam a alegria destes 5 anos .
Na paz de Jesus
san

Marlene Maravilha disse...

Querida! Saudades!
Post importante!
"Errais nao sabendo as escrituras" e assim observamos as barbaridades do mundo. Infelizmente tem muitos envolvidos, mas continuemos alertando.
beijo

Fernanda Maria Rocha Mesquita disse...

Olhe Viviana, hoje quando cheguei a casa e liguei a net para falar com o Eduardo a primeira coisa que ele me disse foi< vai ao blog da Viviana, ela escreveu um artigo sobre o Alloween. Ela pensa como ti. Ja' nao estas sozinha!<. Pois e' que o ano passado, eu queria escrever um artigo sobre o Halloween e ele aconselhou-me a nao faze-lo porque deveria respeitar a tradicao daqui. eu quis tirar fotos e tudo. ele disse que era uma festa para as criancas. Eu fiquei um pouco indignada, como se podem oferecer festas a criancas deste tipo. as varandas, jardins das casas se tornam autenticos cemiterios, com caveiras e esqueletos a sair do chao ou penduradas nas varandas. Sou sincera, ontem a noite tomei um comprimido para dormir para nao passar o horror de noite que passei o ano passado. toda a noite, ouvia gritos de bonecos, esqueletos deixados nas varandas, ligados a gritar ate ser manha. nao achei graca porque eu nao sou obrigada a passar a noite como os outros determinam. E como se pode incentivar as criancas a manterem uma tradicao deste tipo? e nao imagina o dinheiro que se investe e ensinam as criancas a gastar neste dia. Quando eu passo pelos jardins das casas e os vejo enfeitados deste geito, pergunto que graca pode ter acordar e espreitar pela janela e ver um cemiterio, esqueletos e caveiras. e nao falando apenas na beleza quanto dinheiro poderia ser dirigido para tanta crianca que nao tem nada. estas coisas me fazem mesmo muito mal sobretudo quando me lembro das criancas que ja tive no meu colo que nao tinham e continuam a nao ter nada a nao ser o que alguma alma mais caridosa lhe possa oferer. que pena eu tenho que o mundo seja tao vazio, tao oco e tao insensivel.
desculpe a extensao do comentario, mas aproveitei para dizer um pouco daquilo que poderia ja ter dito o ano passado. Que me desculpem os adeptos deste dia, mas no fundo nem desculpas devo pedir, porque por mais que tenha refletido sobre este dia, nao lhe encontro nem fundamento, nem objectivo algum, nem favoravel a um mundo melhor.
beijinhos Viviana e parabens pelo assunto

esperança disse...

Bom dia minha querida maninha, que tudo esteja bem por aí, connosco tudo vai bem…
Concordo totalmente, não gosto nada desses coisas, nem da noite, gosto da luz, mas cada um tem o livre arbítrio para escolher o que quer, quanto a perturbar a paz alheia, acho muito mal. É detestável, terem assustado a tua Inês.
Tem, tenhamos todos um bom dia.

gaivota disse...

não ao halloween... uma americanice que pegou moda!
por outro lado (sou muito/demasiado conservadora, reconheço)se não houver excessos nem confusões... as crianças podem brincar masacaradas...
beijinhos