quarta-feira, 14 de abril de 2010

Nenúfares - Ilse Losa


Nenúfar - Imagem da net.

«Recordais -vos, meus irmãos, da lagoa escondida, onde sonhavam nenúfares brancos e cor-de-rosa? As árvores que se erguiam em redor como uma muralha coavam a luz, e o chão estava coberto de musgo verde. O ar levemente húmido e fresco, o aroma pesado da água estagnada—recordais-vos, meus irmãos?

Recordais-vos daquele dia em que a mãe tentou colher uma dessas flores que boiavam sobre a lagoa? Estendeu o braço; a mão delgada e branca alcançava um nenúfar cor-de-rosa. Neste momento soltou-se-lhe o cabelo, rolando em ondas escuras e largas pelas costas abaixo. A nossa conversa emudeceu;

olhámos para a mãe.

Recordais-vos do seu rosto de pele clara, do vestido cinzento de um cair mole; da sua mão branca a alcançar o nenúfar cor-de-rosa?

A mãe cortou a flor da lagoa. Recordais-vos de como sorria estendendo-a para nós?

E não suspeitávamos naquele momento que ódio e injustiça viriam em breve ensombrar e destruir o encanto da sua beleza.»

Ilse Losa

(In - Grades Brancas)

12 comentários:

gaivota disse...

lindo texto com nenúfares, colmatado em momentos de ódios e injustiças...
é verdade, viviana querida,
que belas palavras, num instante tudo se desfaz!
beijinhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Quer saber porque vc é E-S-P-E-C-I-A-L???

Te espero lá no meu cantinho.

beijooo.

manuel marques disse...

Gostei do texto,amei o blog,vou voltar mais vezes.

Abraço.

Ao toque do Amor disse...

Boa Tarde!
Minha linda e doce Viviana, como estás??tenho saudades de ti mas as coisas andam meio corridas por aqui.
Vim,fazer uma visitinha e te oferecer o selo que esta no item Selos pra você no lado esquerdo do toque - selo 5-amizade especial e desejar que sua tarde seja feliz e abençoada
san
www.aotoquedoamor.blogspot.com

neli araujo disse...

Vivi querida,

Antes de mais nada, meus parabéns ao Jorge, ainda que com um dia de atraso, hehehe


Que belo este texto, Viviana!

Mas traz à tona esta verdade, de que ódios e injustiças podem ensombrar e destruir tamanho encanto, com um breve estalar de dedos...

Amiga, gostei que postaste com letras maiores!
Fica mais fácil de se ler! Amei!!!

beijinhos,

neli

Viviana disse...

Olá, Gaivota linda

Sim, amiga.

A guerra destruiu esta beleza.


Infelizmente...

um beijo

Viviana

Viviana disse...

Olá, Ana linda

Já fui esoreitar...

Muito lindo!

Obrigada, de todo o coração

Um beijo

Viviana

Viviana disse...

Olá Manuel

Agradeço a sua visita e as suas palavras.

Volte sempre.

É muito bem vindo.

Um abraço

Viviana

Viviana disse...

Olá querida Sandrinha

Minha dece e fiel amiga

É sempre uma alegria enorme encontrá-la aqui!

Obrigada por tanto carinho e tanta amizade.

Que o bom Deus a recompense.

Obrigada também por mais este selinho lindo que já fui buscar e publiquei.

Um grande abraço

Viviana

Viviana disse...

Querida Néli

Amiga linda

Obrigada pelos parabéns para o Jorge.
Vieram a tempo, sim.

Também acho este texto lindo.

E admiro muito a escritora Ilse Losa,de origem judaica, e que por causa da guerra fugiu para Portugal quase criança, e que por cá ficou, tornando-se numa grande escritora.
Faleceu aos 92 anos há 4 anos.

Tem muita obra feita.

Um beijo

Viviana

Helenice disse...

Entrei por acaso aqui, quando buscava informações sobre espécies de plantas e foi inevitável o encantamento.
É um espaço de beleza e poesia contagiantes!
Um grande abraço, Helenice
Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil

vilma disse...

lindo, apaixonante.
Amei conhecer o blog.
Glorias a Deus.
Beijos Vilma