quinta-feira, 26 de junho de 2008

Ontem fomos "caçar" comboios.



Ontem, saímos os três: O Gil, o Jorge e eu, e fomos “caçar “ comboios.

O Gil desde pequenino que tem uma paixão pelos comboios.
Tem no sótão, uma montagem enorme… com aqueles pequenos comboios eléctricos, muito perfeitos, que são réplicas de comboios originais, que andam rápido e fazem todas aquelas manobras, num espaço onde existem todas as infra – estruturas, que fazem parte de uma enorme estação ferroviária

O Gil tem uma enorme colecção de fotografias de tudo quanto é comboio e aos comboios diz respeito.
Na Internet participa de um Fórum onde, com ele… milhares de pessoas apaixonadas por comboios… comunicam entre si, e encontram inúmeras fotos e tudo o que aos comboios diz respeito

Bem perto da nossa casa, passam os comboios que vão para Sintra, para Lisboa, e para a zona do Oeste, até á Figueira da Foz.
O que quer dizer que o apito e os ruídos dos comboios, fazem parte integrante, nosso viver diário.
Neste momento está a passar um para Sintra…
Habitualmente, é com o barulho do primeiro comboio, ás cinco e pouco da manhã… que eu acordo.
Mas habituámo-nos a eles de tal forma, que praticamente já nem sequer os ouvimos ou damos por eles.

Dizia eu no inicio… que saímos para ir “caçar” comboios.
Este “caçar,” quer dizer, na linguagem do Gil…fotografar.

Estava um calor enorme, mas munidos de água e chapéus… lá fomos nós.
Colocámo-nos num sítio estratégico para conseguir boas fotografias.
E valeu a pena, porque o Gil acrescentou mais uma meia dúzia delas á sua já enorme colecção.
Eu própria, tirei algumas! E quer-me parecer que o meu neto Gil está a “passar-me” o “bichinho” dos comboios.

( acompanham este texto duas fotos tiradas pelo Gil, ontem)



16 comentários:

bete pereira da silva disse...

Sem dúvida uma bela caçada de comboios, que nós aqui chamamos de trens. Eu acho comboio uma palavra bem mais bonita.

Anabela disse...

Além de "caçador de comboios", o Gil, também é um bom fotógrafo.

Beijinhos,

Anabela

Viviana disse...

Olá Bete,

Sim, eu sei que aí no Brasil o combóio chama-se trem.

Por aqui, a palavra trem, hoje, creio que já não se usa, pelo menos eu não a oiço.

Mas no século passado era uma palavra muito usada pelos escritores e romancistas portugueses, para decrever um tipo de carro de tracção animal, com 4 rodas, que servia para transportar pessoas.

tenha um lindo dia

um abraço
Viviana

Viviana disse...

Olá anabela,
Sim, o Gil tem muito jeito para a fotografia.

Ainda lhe disse ontem, que acho que ele daqui a uns dois ou tres anos, deveria fazer um curso de fotografia.

Ele não desdenhou da ideia.

Um lindo dia para si

beijinhos pra todos aí em casa
viviana

gaivota disse...

que belo passeio que foram dar!
a zona de sintra é muito bonita, durante uns anos tive uma casa na ericeira (barril de cima-s. julião)
e boa caça, a do gil!
beijinhos

BC disse...

Caçar borboletas fui muitas vezes,
mas a expressão caçar comboios é divinal.
E PELOS VISTOS FIZERAM UMA BOA CAÇADA.
Mais uma história simples da vida real, pois ela é feita destas pequenas coisas do dia à dia que no fim são grandes coisas, especialmente para as crianças!!!
Um beijo para si e também para o caçador de comboios.
Bem hajam

esperança disse...

Maninha querida, que tu e o Jorge, tenham um bom dia.
Gostei da ideia de ir caçar comboios; o teu neto Gil, é um menino de ouro... alem de ser um aluno com muito bom aproveitamento...tem por hobby actividades muito interessantes; como o que nos dizes dos comboios... e a meteorologia, até tem aparelhos para esse fim.
Nós também guardamos boas recordações de comboios...morávamos na estão de Leiria, e além de atravessar a linha para ir para casa, ou visse-versa, fazíamos da linha o nosso cominho, para ir brincar no Rio ao pé da ponte de ferro, lembras-te?
Beijinhos

Viviana disse...

Olá Gaivota,

A zona de S. Julião é linda!
Eu conheço mais ou menos toda aquela zona de praias.

Tenha um bom resto de dia.

um abraço
Viviana

,

Viviana disse...

Olá Isabel,



Ficámos ali mais de uma hora sentados á beira da linha do comboio. Na verdade, foi um tempo muito bem passado.

E imagine que feliz ficou o Gil!

tenha um bom resto de dia
um abraço
viviana

Viviana disse...

Olá maninha Esperança,

È verdade!

Quantas recordações daqueles comboios de Leiria!

A ponte de ferro!

Se me lembro muito bem!

Bons tempos!

Quantas saudades...

Um beijinho para ambos

viviana

Rosa disse...

Olá Viviana

Uhm, como eu gosto de andar de comboio.
De vez em quando vou de carro até Aveiro, depois é apanhar o primeiro comboio e dar um passeio até Espinho ou mesmo Porto.
Acho fabuloso, e depois podemos olhar e admirar a paisagem, ler um bom livrito, sem nos preocupar se tem rotundas, travessas, cruzamentos, sinais ...
E quando em vez fechar os olhos :))
Bonito esse passatempo do netinho.

Um bom resto de tarde.

R.Irene

Viviana disse...

Olá Rosa,

Eu tambem gosto muito de andar de comboio.

Durante cerca de 30 anos viajei no comboio Cacem - Amadora, Amadora - Cacem.

Era assim que ia para o trabalho.

Para o Norte, tenho viajado pouco.

Mas acho que é muito agradável fazer uma viagem de algumas horas...

Tenha um bom entardecer.

um abraço
Viviana

PS: È verdade, Rosa,

por favor dê-me novamente o endereço do blogue da sua paróquia que eu perdi-o...

Ana Maria disse...

Bela caçada , minha amiguinha.
A foto ficou perfeita!
Obrigada pelas visitas.
Desculpe a rapidez nos comentários, pois estou fazendo tudo isso na casa de filho.
Logo estarei ampliando mais meus comentários.
Meus beijinhos.

Dennys Reys disse...

O que para vocêis é habitual ver, para alguns aqui no Brasil é díficil.... vi um trem de perto pela primeira vez aos 18 anos.....

São lindos.....!!!!!!!

alealb disse...

quando estamos por ai, meu filho também adora ver os comboios!
beijos,
alê

André disse...

"Eu própria, tirei algumas! E quer-me parecer que o meu neto Gil está a “passar-me” o “bichinho” dos comboios."

Nem mais.
Passei 23 dias do meu verão de 2006 a viajar pela Europa de comboio, e hoje arrependo-me de não ter tirado mais fotografias, e de ter feito mais videos. E tudo graças ao Gil.

Quanto à arte de fotografar, tenho acompanhado de perto a sua evolução. E tem sido uma grande evolução.
E para amanhã prevejo que sejam tiradas mais umas quantas fotografias!;)

Um grande abraço:)
André