sexta-feira, 29 de agosto de 2008

A ausência


Eu sabia.

Eu sabia que ia ser difícil entrar naquele pátio e não o ver nem o ouvir mais por ali.

Eu pensei nisso na hora em que vi de muito pertinho os homens da "agencia," com o auxílio de duas cordas, baixarem o seu corpo dentro daquela caixa de madeira castanha, para uma cova, onde aos poucos, com o correr do tempo o seu corpo se confundirá com a própria terra.

Hoje entrei no pátio e os meus olhos não o viram nem os meus ouvidos o ouviram.

Era tudo silêncio. Nem sequer os meninos romenos com quem ele costumava brincar e jogar, estavam por ali.

E porque haveriam eles de estar ali? O seu bom e paciente amigo Zé foi-se embora e não volta mais.

Até os dois cães com os quais ia á caça, que estavam sempre presos junto ás casotas debaixo da figueira, que davam sempre sinal da presença de alguem que ali entrasse, e que levavam a noite inteira a ladrar e a uivar, desapareceram dali.

Como diria a minha mãe, não sei que fim levaram.

A figueira que ele plantou há dezenas de anos e na qual ele tinha tanto orgulho, lá está carregadinha de figos maduros que ele tanto apreciava mas que este ano não chegou a provar.

Homem simples, antigo pescador da zona de Cascais, vestia roupa simples.

Nunca ma lembro de o ver de fato(terno) mas no dia em que nos fomos despedir dele, acompanhando - o á última morada, estava tão belamente vestido e arranjado que mais parecia um noivo do que alguem que vai baixar á terra. A Maria dele, disse-me que o neto, já homem, com quem sempre viveu e para quem foi sempre um avô e um pai, lhe oferecera o seu mais belo e rico fato para para vestir naquele dia.

E é assim. Aos poucos, os habitantes do pátio estão todos a ir-se embora .

Dos muitos dos quais me lembro, restam apenas três: A Maria, o António e o Chico.

Oxalá Deus permita que se mantenham por muito tempo ainda, por ali.

22 comentários:

Antonio Francisco disse...

Viviana,

Por favor, altere o endereço de meu blog 'Achologia' em seus links para http://achologia.blogspot.com

Grato

Antonio Francisco

bete pereira da silva disse...

Viviana querida, escreve pra gente, conta um pouco sobre as pessoas do pátio. Fique bem.

Alice disse...

....e aos poucos, vamos todos indo tb.


bjinhuss

Rosa disse...

Viviana, o banco está vazio, mas no coração de quem o amava estará sempre presente.
Só ficará vazio o "pátio" do coração se deixarmos que, as "boas" lembranças as leve o vento.

Viviana, tenha uma boa noite, que os anjos acompanhem o seu descanso.

Beijos

R.I.

.:*:. Ferípula .:*:. disse...

Ay, no logro comprender el texto...murió alguien?
Perdoname, no entiendo...
Te dejo mi cariño y este abrazo fuerte!!!
La Paz de Dios sobre tu vida ♥

E o pensamento voa... disse...

Viviana linda,

Nem sei o que te falar, amiga...Que Deus console este teu coração amoroso,amiga! Fica nem paz! beijos, neli

Ana Maria disse...

Que Deus te console.
Tenha um final de semana harmonioso.
Beijinhos doces.

Marlene Maravilha disse...

A vida é assim mesmo, uma sequencia de dias...
beijos querida.

Viviana disse...

Olá estimado Pastor António Francisco,

Obrigada pela visita.
Irei mudar o endereço sim.

Sabe que visito habitualmente o seu blogue e não descubro a forma de deixar comentários!?

Gostava de o poder fazer.

Só se é "burrice" minha... o que não me admiraria!
Um abraço e muitas bençãos dos céus para si, família e ministério.
viviana

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Viviana,muito difícil e doído encarar com naturalidade o que há de mais natural e certo na vida.Mas,todos nós viveremos enquanto alguém se lembrar de nós,como é o caso que apresentou.Dolorosamente bonito,porque nos faz lembrar de todos oe queridos que todos já perdemos.Fique em paz e se sinta acalentada,carinhosamente,Sonia Regina.

esperança disse...

Bom dia, doce maninha de coração lindo.
foi a primeira vez que foste lá, a casa dos nossos queridos pais, depois do Sr. José ter sido levado, para o dormitório de Deus, onde espera a ressureição para a eternidade, cuja as primícias foi O Senhor Jesus. Encontraste o Pátio vazio, nem a presença e o ladrar dos cães que há décadas estavam debaixo da figueira; já não existe a vida que fervilhava no Pátio, só para casa dos nossos pais, era um corropio...acho que deve ser a ordem da vida. pois noto o mesmo na Baixa, aqui no meu prédio e por todo o lado.
Um xi-coração apertado.

gaivota disse...

é o nosso caminho, a certeza que tarzemos mal nascemos...
só vão uns à frente dos outros
beijinhos

Viviana disse...

Olá querida Bete,

Só agora estou a responder aos comentários do dia 29, imagine.

tudo por causa do computador.

Neste momento o Zè emprestou-me por um momento o portátil dele.

Quanto ao pátio,acho qu a Bete está a dar-me uma boa sugestão, sim!

Um dia dstes tentarei escrever se deus quiser.

um grab«nde abraço, miga linda

viviana

Viviana disse...

Oá querida Alice,

È mesmo isso!

È o caminho que todos temos que fazer.

um abraço amiga linda

viviana

Viviana disse...

Olá querida rosa,

È por isso que eu insisto em lembrar os hábitos, as palavras, a forma de estar, daqueles queridos que já prtiram.

Falar neies mantem-nos presentes connosco.

E claro, do coração eles nunca sairão.

Um beijo

viviana

Viviana disse...

Olá querida Ferípula,

Minha amiga linda e minha conterrânea!

Como vai a nossa querida Argentina?

Espero que vá bem!

Quanto ao texto que tu não entendeste, morreu um vizinho da casa ao lado da dos meus pais.

Um homem bom1

Que brincava com as crianças!

Que plantou uma figueira grande que está no meu jardim...

Muitos têm morrido naquele pátio.

Um beijo amiga

Um bom mês de setembro
viviana

Viviana disse...

Olá querida Neli,

Obrigada amiga por as suas boas palavras de consolação.

È, eu fiquei muito triste.

Mas a pouco e pouco as coisas melhorarão, se DEus quiser.

Tdo de bom para si

Um beijo

Viviana

Viviana disse...

Olá querida Ana Maria,

Tenho mutas saudades deir até aos seus blogues, miga.

Logo, logo que eu possaarei um saltinho atá lá.

Tenha um lindo mês de setembro

Um beio

Viviana

Viviana disse...

Olá querida Marlene,

Sim, foi assim que o Deus - Criador determinou que fosse.

Mas é bem triste a separação.

Um beijo amiga linda

viviana

Viviana disse...

Olá querida Sónia,

Sabe que tem um nome bonito!?

Sabe que no ultimo mês e meio fui a cinco funerais de pessoas amigas!?

Nunca me lembro de uma coisa assim!


E eu sofro muito com a partida deles...

Quanta falta eu sinto!

Mas o Senhor acaba me consolando e encorajando.

Tenha um óptimo mês de Stembro.

Um abraço carinhoso

Viviana

Viviana disse...

Olá minha linda maninha Esperança,

Sim, tu calculas como é doloroso chegar lá ao patio e o Zé não andar por ali, como era habitual.

Dá cá uma tisteza ver aquele pátio tão vazio!

Mas... é a lei da vida!

Deus assim quer.

Um beijinho maninha linda e uma boa noite

Viviana

Viviana disse...

Olá linda Gaivota da Nazaré!

Então já voltou de férias?

Desejo que tudo possa estar bem consigo e com a sua linda fmília.

Quanto á nossa partida, a Ana Maria infelizmente sabe bem o que é isso.

Que o bom deus possa consolar o seu coraçãozinho.

um abraço amiga linda

viviana