quinta-feira, 26 de março de 2009

O Parlamento Português tem a sala de sessões mais moderna do mundo


A nova sala de Sessões da Assembleia da República


Parlamento Português

È verdade! Não estou a brincar.

Desde ontem, 25/03/09, que o Parlamento Português, ou seja, a Assembleia da República, tem, segundo as palavras do seu Presidente Dr. Jaime Gama, "a Sala de Sessões maia moderna de toda a Europa e de todo o mundo!"

È que os senhores Deputados, que "reprezentam" o povo...não podem ser considerados uns quaisquer... e têm que ter boas e excelentes condições de trabalho, e de conforto, e de remuneração, etc. etc. porque trabalham muito...e se "preocupam" muito, com os problemas e as questões do povo que confiou neles e os elegeu...

E vejam, uma boa parte deles até já está muito cansada, porque anda por lá há mais de trinta anos...ou coisa que o valha.
Reparei que o Presidente, Dr. jaime Gama, foi um bocadinho maroto para com os seus pares...
Então que ideia foi aquela de colocar um sistema de iluminação, que aumenta de intensidade ao fim da manhã, quamdo os senhores deputados estão a entrar em hipoglicémia, e não param de bocejar e querer fechar os olhinhos!?
E depois, logo a seguir ao almoço a mesma coisa...quando eles estão a digerir o fausto repasto, para o qual têm um rico subsídio de almoço, que não é nada que se compare aos quinhentos ou seiscentos escuditos do funcionários públicos ...
Lá que foi uma "maldadezinha"...foi.

Era preciso fazer umas "obrazinhas", pois alguns pormenores não estavam lá muito bem, e então, os senhores que mandam no dinheiro dos contribuintes portugueses, decidiram que já que era preciso fazer obras... faziam-se obras a valer! E já que se ia gastar dinheiro, gastava-se o que fosse preciso, mas, com uma condição: Ser a melhor sala de Sessões de todo o mundo!

As obras duraram oito meses e custaram aos bolsos dos portugueses cerca cinco milhões de euros.


E isto numa altura, em que os trabalhadores portugueses "eram espremidos até aos ossos" em matéria de aumentos de impostos... e não aumento de salários
Não foi nada! Foram só cinco por cento nos últimos quatro anos.
De tal modo que se perde poder de compra desde há mais de dez anos.
Só este ano, que é ano de eleições, se recuperou um poucochinho desse poder que durante anos e anos se perdeu.

Um tempo, em que a maioria dos reformados deste país, ou come... ou compra os medicamentos de que precisa.
Num tempo, em que muitas Esquadras da Polícia, funciona em locais sem o mínimo de condições.
Num tempo, em que há Tribunais que têm que funcionar em tais condições que o os funcionários quase vivem "empacotados" no meio de pilhas e pilhas de processos que se arrastam anos e anos, alguns, mais de uma dezena... á espera de serem resolvidos
Com a agravante, de que não dispôem das mínimas condições de segurança, e são assaltados quase diariamente.
Tudo isto num tempo, em que os portugueses estão absolutamente divorciados da política e dos políticos e cada vez é muito menor o grau de confiança nos políticos, nos partidos e nas instituições.

Isto, porque como diz o Professor Medina Carreira: Os Partidos e os políticos não estão nada interessados em resolver os problemas do povo, mas sim em ocuparem e distribuirem pelos amigos e família todos os lugares apetitosos deste país.

7 comentários:

bete disse...

É Vivi...

Não há nada de novo sob o sol...

Anita disse...

Mais belo que o som das palavras é a sinceridade como elas são expressas...

Bata palmas ao seu magnifico texto.
Vale a pena reflectir sobre isto.

Um dia lindo para si querida amiga.
Beijos.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

Anita disse...

Viviana eu queria dizer bato palmas e não bata palmas.
Desculpe.

esperança disse...

Boa noite minha querida e doce maninha.
Oxalá o teu dia tenha corrido a teu gosto, e a saúda vá indo bem...

Não dá para a minha cabecinha entender a maior parte das coisas que se passam neste cantinho do Céu que é o nosso querido Portugal; não concordo com uma infinidade de coisas....
Somos um pequenino pais, e temos muito mais deputados do que a Espanha; para quê? Para nada!!!
Faço minhas as palavras do teu poste.
Tem, tenhamos todos uma noite tranquila.

Viviana disse...

Querida Bete

è isso ai, amiga.

O homem sempre igual a si próprio...

Um beijo

viviana

Viviana disse...

Querida anita,

Que lindo!

Claro que é muito verdadeiro!

O seu pensamento...

Quanto ao texto... é o que se nos oferece dizer...

Um abraço, amiga linda

viviana

Viviana disse...

Minha querida maninha Esperança

Passei um dia muito bom, sim.

Fiu demanhã para Maceira com o Zé, voltámos ás 17 h, para nos preparamos para ir a Sintra ao Palácio Valenças, onde fomos ostres assistir a uma audição da Escola de Música da Inês.

Foi muito lindo.
Depois fomos jantar á Pisaria hutt emsintra com o miguel e família.

Foi fixe.

Quanto ao que dizes sobre o meu texto... infelizmente é mesmo assim como tu dizes tambem.

Uma tristeza.

Aguademos dias com mais justiça

Um beijo

viviana