terça-feira, 24 de março de 2009

Poema do Amor Perfeito


Imagem retitirada da Net

Naquela nuvem, naquela,
mando-te meu pensamento:
que Deus se ocupe do vento.

Os sonhos foram sonhados,
e o padecimento aceito.
E onde estás, Amor-Perfeito?

Imensos jardins da insônia,
de um olhar de despedida
deram flor por toda a vida.

Ai de mim que sobrevivo
sem o coração no peito.
E onde estás, Amor-Perfeito?

Longe, longe, atrás do oceano
que nos meus olhos se aleita,
entre pálpebras de areia...

Longe, longe... Deus te guarde
sobre o seu lado direito,
como eu te guardava do outro,
noite e dia, Amor-Perfeito.

(Cecília Meireles)

8 comentários:

Ana Maria disse...

Poema maravilhoso de Cecilia Meireles
Durma com Deus, amiga querida.
Beijos,
Ana Maria

Anita disse...

Deus abençoou a alvorada para que pudéssemos ser felizes desde cedo.
Por isso desejo-lhe um dia maravilhoso e muito feliz.

Poema lindissimo. Perfeito!!!
Beijinhos.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

Rosa disse...

Poema amoroso, lindo, como lindas e perfeitas são as flores a que damos o nome de "amores perfeitos".
Viviana, uma feliz noite.
Abraços

bete disse...

O amor perfeito parece rostinhos, é lindinho demais. Eu não conhecia esse poema, mas na verdade não conheço mesmo a obra de Cecilia Meirelles, dela li apenas Mar Absoluto, um livro que ela fez já no fim da vida, e portanto meio depressivo.

Viviana disse...

Quierida Ana Maria,

Obrigada por tanto carinho e amizade, amiga linda.

Que Deus sempre a abençoe e lhe conceda muitas alegrias.

Um beijo

viviana

Viviana disse...

Querida Anita,

Sempre tão lindas as suas palavras matinais!

Uma boa noite de descanso

un abraço

viviana

Viviana disse...

Querida Rosa,


Achei esta cestinha de amores perfeitos, linda...

Claro que o Poema tambem.

Um beijo, amiga do coração

viviana

Viviana disse...

Querida Bete,

Engraçaso!

Os amores perfeitos da cestinha, tambem me parecem rostinhos!

da Cecília Meireles, tambem conheço muito pouco... mas quero tentar conhecer mais.

Tenha uma boa noite de descanso, boa amiga.

Um abraço

viviana