quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Finalmente! Agora, sei o mome desta Flor

                          Bergénia - Fonte da imagem: http://www.claireaustin-hardyplants.co.uk/

Conheço estas flores desde criança. Em Leiria, onde passei parte da minha infância e juventude, havia-as por lá.Não muitas. Lembro-me da Quinta de S. José, no Arrabalde da Ponte, quinta onde vivi vários anos, essa quinta tinha um belo jardim com um repuxo, como era costume naquela época. Á volta do repuxo, um canteiro redondo, onde estas flores abundavam. Praticamente, estavam floridas todo o ano. Depois, saí de Leiria e vim para Lisboa, e por os arredores da capital comecei a vê-las também. Sem nunca saber o seu nome.
Sei o nome de muitas, muitas flores, arbustos e plantas, porém esta, eu até estes dias continuava sem saber o nome; até que num site na internete, pocurando outra flor...fui encontrar o nome desta. Fiquei muito, muito contente. Conhecia-a aí aos 15 anos e vim a saber o seu nome aos setenta e dois.
O seu nome é Bergénia!
E, já agora, porque não a divulgar aqui, para conhecimento dos amigos?
Eis o que encontrei:

Fonte da imagem:  http://www.claireaustin-hardyplants.co.uk/

"Da família das Saxifragaceae, são aspectos como a sua floração (abundante, em cones de flores) e a persistência da sua folhagem (folhas em forma de coração em tonalidades de verde), bem como o seu pequeno tamanho (nanofanerófito), que lhe conferem as características ornamentais mais importantes na Arquitectura Paisagista.

Entre nós é muitas vezes usada, e com sucesso, como espécie tapizante nos locais menos soalheiros, aparecendo também em maciços em conjunto com outras espécies arbustivas ou mesmo isoladamente.

   (http://bloguedoreis.blogspot.pt/)

Fonte da imagem: http://devericuetos.blogcindario.com/


Descrição: 

"Em Bergenia crassifolia ou B. cordifolia, também conhecido como inverno hortênsia, aparecem do final de janeiro para início da primavera, dependendo da região, em pequenos grupos de flores rosa. Ao contrário da hortênsia é um porta-enxerto perene de poderoso, muito forte, porque se trata da Sibéria e da Ásia Central, onde o clima é muito extremas. 
 As folhas são perenes, grandes e bastante difícil, verde brilhante, com nervuras bem marcadas, surgindo a partir do rizoma, onde suas hastes longas na base assumem uma cor avermelhada. Existem variedades, onde as folhas são roxas, em outros, o cobre se transforma efeito o verde de frio no inverno.Normalmente as plantas são arredondados bergenias 30 a 50 centímetros de altura e pode desenvolver uma espécie de tronco com a idade. No meio do inverno começa a ter cachos de flores em forma de sino, geralmente rosa, embora algumas variedades podem dar flores magenta, vermelho, roxo ou branco. Flor de maio novamente no outono.


 Cuidado e cultivo: 

Precisa de um local na sombra parcial, especialmente em regiões de sol forte e um substrato fértil e fresco solos calcários para ser apropriado. Resiste pobres solos secos e falta de água para rega deve ser moderada, mas sem as inundações, o que pode causar apodrecimento do rizoma.
O Bergenia exige poucos cuidados. É o suficiente para cortar através da base de folhas mortas e flores para manter florescendo durar até o verão, mas é uma questão puramente estética. No entanto, os caracóis e lesmas são folhas e caules muito gostosa, então você tem que mantê-los longe.

Usos: 

É perfeito em jardins de rocha, as fronteiras e como pavimentos. Mas também viver bem em vasos e recipientes, garantindo que o sol não muito, como a seca do substrato antes e posso forçar a planta.

Multiplicação: 

Isto é feito pela divisão da planta sendo os melhores momentos do ano, no outono ou primavera, assim são para multiplicar as cópias através de segmentos de rizoma são fornecidos com um botão com as folhas."

          (http://www.guiaverde.com/)

2 comentários:

as-nunes disse...

Olá Viviana

Despertou-me a curiosidade quando começou a falar da Quinta de S. José. aqui no Arrabalde da Ponte, em Leiria-Marrazes.

Conheço, já a fotografei várias vezes, do lado de fora. Bem bonita.

A Bergénia. É umas das minhas flores prediletas.

Também a tenho no meu blogue, todos estes 7 anos. Devo-a ter publicado várias vezes.

Saúde.

Viviana disse...

Olá amigo António

Peço desculpa de só hoje responder ao seu simpático comentário...mas é que nas últimas 3 semanas "a doença" andou por aqui por casa...e eu, estive muito dedicada e ocupada a tratar dos doentes.

Agora...já lá vai...graças a Deus.

Uma pergunta meu amigo:

Tenho ideia que mora para os lados da Barosa; é isso?

Mais propriamente aonde?

É que eu comnheço isso tudo aí á volta!Ou melhor...conhecia!
Agora tudo está diferente!

A quinta de S. José é realmente bonita!
Conheço-a por dentro e por fora.

Um abraço
Viviana

uM ABRAÇO
vIVIANA