segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Pelos caminhos de Portugal - Vila de Penedono


Uma vista do Castelo de Penedono


"Um tesouro" muito antigo.

Um Castanheiro Gigante.


Uma bela moldura da vila

«Penedono é uma vila portuguesa no Distrito de Viseu, Região Norte e subregião do Douro, com cerca de 1 100 habitantes.

É sede de um município com 132,70 km² de área e 3 445 habitantes (2001), subdividido em 9 freguesias. O município é limitado a norte e noroeste pelo município de S. João da Pesqueira, a leste por Vila Nova de Foz Côa e por a sul por Meda, Trancoso e a oeste por Sernancelhe..

Erguendo-se a mais de 900 metros de altitude, o airoso e esbelto Castelo de Penedono, pentagonal, classificado como Monumento Nacional, data de cerca de 900.

A vila de Penedono foi berço de Álvaro Gonçalves Coutinho, o célebre Magriço, eternizado por Luis de Camôes no poema épico "Os Lusíadas".

O sincelo, congelamento das gotas de água nos telhados das casas, é próprio de uma região habituada a geadas e orvalhos durante o rigoroso o Inverno. "O Sincelo" também é um grupo de cantares de Penedono.

Este é um concelho que vive essencialmente da castanha, a sua maior colheita anual, exportada para os Estados Unidos da América, entre outros mercados.»

(Wikipédia)

Se puder, visite. É um lugar muito interessante. Eu já estive lá e gostei muito.

3 comentários:

Ao toque do Amor disse...

Olá, minha linda e doce Viviana
vim, te visitar e te oferecer o TOCOU-ME/2011, DO MÊS DE MARÇO
Com o meu carinho
SAN

Viviana disse...

Querida Sandrinha
Minha doce amiga:

Obrigada por a visita e pora oferta.

Sempre, sempre, gentil comigo...

Estou-lhe muito grata por tanto carinho e amizade.
Beijos

viviana

Lilá(s) disse...

Olá
Obrigada pela visita e por me ter dado a conhecer o seu blogue, conheço bem esses locais que indica ainda no Verão passado dei por aí uns passeios. Portugal tem recantos maravilhosos á espera de serem descobertos.
A "minha janela" já é sua terei todo o prazer em que a leve.
Beijinhos
Voltarei porque gostei