terça-feira, 15 de março de 2011

O que torna o céu tão atraente?


Imagem da net.

"Dando um jeito" numa prateleira de uma estante de livros, veio-me parar ás mãos um pequeno livro cujo título de capa me interessou: "O caminho para Deus e como encontrá-lo"; coloquei-o de lado para, quando pudesse, " dar uma vista de olhos". Foi o que acabei de fazer. Os meus olhos incidiram sobre o título de um capítulo: "O que tornará o céu tão atraente?" Li, achei bonito e interessante e estou a partilhar com os amigos que por aqui passarem.

O que torna o céu tão atraente?

Serão as portas recamadas de pérolas? Serão as ruas pavimentadas de ouro?Não.
O céu será atraente porque lá contemplaremos Aquele que nos amou tanto que deu o seu Filho unigénito para morrer por nós. O que é que torna o nosso lar atraente? Será o belo mobiliário, as salas imponentes? Não; alguns lares que possuem tudo isto são comparáveis a sepulcros caiados.
Em Brooklyn encontrava-se uma mãe á morte; era necessário tirar-lhe a filha, porque a pobre criança não podia compreender a natureza da doença e incomodava a moribunda.Todas as noites a criança soluçava até adormecer na casa de um vizinho, porque queria voltar para junto da mãe; mas a mãe piorou e a criança não podia ser levada para casa. Por fim a mãe morreu; depois do falecimento não acharam conveniente deixar a criança ver o cadáver dentro do caixão. Terminado o enterro, a menina correu para um quarto gritando: -«Mamã! Mamã!, depois para outro, gritando ainda «Mamã! Mamã!». Por fim correu a casa toda e, quando desistiu de encontrar aquele ente querido, pôs-se a chorar para que a levassem para casa dos vizinhos. Assim, o que torna o céu atraente é o pensamento de que aí veremos Cristo, que nos amou e se entregou por nós.
Se me perguntassem porque é que Deus nos ama não seria capaz de responder. Suponho que por ser um verdadeiro Pai.A sua natureza é amar, do mesmo modo que a natureza do sol é brilhar. Ele quer que compartilheis desse amor.Não deixeis que a descrença vos afaste dEle. Não penseis que, pelo facto de serdes pecadores, Deus vos não ama nem se interessa por vós. Ele ama-vos! Ele quer salvar-vos e abençoar-vos!
«Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios»(Romanos 5:6). Não será isto bastante para vos convencer de que Ele vos ama?Não morrreria por vós, se vos não amasse. Tereis o coração tão endurecido que possais resistir ao seu amor, rejeitá-lo e desprezá-lo? Podeis fazê-lo, mas será com risco de perdição da vossa alma.
Imagino alguns dizendo, lá para consigo:-«Sim, cremos que Deus nos amará se nós o amarmos a Ele; Cremos que Deus ama os puros e os santos». Deixai-me dizer, amigos: Deus não ama somente os puros e os santos; ama também os ímpios. « Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós aonda pecadores» ( Romanos 5:8). Deus enviou-o para que Ele morresse pelos pecados do mundo inteiro.Se pertences ao mundo, então tens parte e quinhão neste amor demonstrado na Cruz do Calvário.
In - O caminho para Deus e como encontrá-lo - de D.L Moddy)

6 comentários:

gaivota disse...

o amor de Deus é imenso, minha querida!
beijinhos

manuel marques disse...

Bonito texto.

Beijo.

Rosa disse...

Olá Viviana.

"O que tornará o céu tão atraente?

Nunca tinha pensado nisso, e
fiz a mim mesma essa pergunta.
Devo confessar que me detenho algumas vezes a olhar as nuvens,que quando correm ou mesmo mais lentas conseguem desenhar figuras (imaginarias) no céu.
Mas é sem duvida atraente, porque sobre ele imaginamos,estará Aquele que nos ama se reservas e com O qual nos encontraremos um dia.

Gostei do post.
Viviana, boa noite e até amanhã se Deus quiser.
Beijos

Viviana disse...

Querida Gaivota

Se é...minha boa amiga.

Nós sabemo-lo muito bem.

Um abraço grande

viviana

Viviana disse...

Amigo Manuel

Que bom que gostou do texto.

Um abraço

viviana

Viviana disse...

Querida Rosa

Também eu amiga, olho, olho o céu.
E como diz muito bem, olhamos para além do azul e branco das nuvens ou o cinzento...nós olhamoa para o Céu dos Céus, onde um dia estaremos com o nosso mestre amado, o Senhor.

Um abraço

viviana