domingo, 13 de março de 2011

Porque hoje é Domingo (145)


Igreja Baptista de Morelena - Sintra

Jesus falou assim e, levantando seus olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti;

Assim como lhe deste poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste.

E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.

E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse.

Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua palavra.

Agora já têm conhecido que tudo quanto me deste provém de ti;

Porque lhes dei as palavras que tu me deste; e eles as receberam, e têm verdadeiramente conhecido que saí de ti, e creram que me enviaste.

Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus.

E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e nisso sou glorificado.

E eu já não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós.

Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse.

Mas agora vou para ti, e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos.

Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.

Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.

Não são do mundo, como eu do mundo não sou.

Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.

Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.

E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.

E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim;

Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.

Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim.

Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo.

Pai justo, o mundo não te conheceu; mas eu te conheci, e estes conheceram que tu me enviaste a mim.

E eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja.

(Ev. de S. João cap. 17:1 a 26)

4 comentários:

manuel marques disse...

Lindíssima mensagem,Abraço.

Rosa disse...

"Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste"

Sinto que ainda estou longe dessa perfeição, dessa unidade.

As leituras deste I Domingo da Quaresma, falavam-nos de tentações e de deserto.
Desertos que nos vão aparecendo no caminho da vida, momentos em que nos perdemos e não vimos os trilhos certos nem o horizonte.
Experimentamos a insegurança e o medo...
E aí aparecem caminhos mais fáceis, aparecerem as tentações.
Vamos esquecendo que Ele nos deu conhecer o amor do Pai por cada um de nós.
E o que de nós espera:
"Que te conheçam, a Ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste"

Que Ele nos ajude a fazer-mos "desertos" de silêncio onde O possamos ouvir e perceber a mensagem que tem para cada um nós.
Bom Domingo.

Viviana disse...

Olá Manuel

Sabe que me considero "uma priviligeada por ter tido acesso á Palavra Sagrada desde pequenita?

É motivo para ser grata eternamente ao meu Deus.

Já imaginou? Se todas as pessoas da terra a conhecessem e a vivessem...como o mundo seria diferente?

Infelizmente a maioria despreza-a e não lhe dá qualquer valor.

Um abraço

viviana

Viviana disse...

Querida Rosa

O Senhor quer muito que "sejamos um" em Cristo.

Interessante...o Pastor Leal pregou hoje sobre a passagem de S. Mateus cap. 4:1 a 11. A tentação de Jesus.

A neta Sara que assistiu dissse-lhe no fim do culto: " Ó avô gostei muito da pregação".

Desejo-lhe uma boa noite de repouso

Um abraço

viviana