domingo, 20 de março de 2011

"Queria ser como um Cedro"


Cedro - Imagem da net.

«Receio, Senhor, que esta seja uma oração pretensiosa,
Principalmente porque sempre me acomodei ás coisas pequenas.
Não sei porque estou hoje preocupada com cedros e granito.
Acho que me cansei da minha fraqueza e limitação.
É horrível falar em mármore e sentir-se lama,
sonhar em ser águia e não passar de uma andorinha,
pensar em cedro e reconhecer-se caniço que se curva
a qualquer aragem.
Assim terminarei o meu estágio na terra
sem nada realizar de vulto.
Talvez não tenha mesmo um talento multiplicado
para te devolver.
Sim, Pai, é horrível idealizar obras primas e não ir além
da mediocridade.
Idealizar um tratado e produzir um almanaque.
Ainda que por pouco tempo gostaria de ser como o cedro;
raízes profundas e tronco inflexível, indiferente aos
tufões e tempestades, crescendo sempre em direcção ao céu.
Assim, pequena e vulnerável, devo fazer um bem triste
papel diante do mundo e até receio que alguém possa dizer:
-Não deve ser um grande Rei quem domina sobre tão pobre súbdito.
Por isso Senhor, e porque gostaria de influenciar outros
com o meu exemplo, assumindo compromissos dignos dos
fortes e sábios, faze-me como o cedro, provando em minha própria
vida que um Ser Omnipotente está dentro de mim.
Não importa o exterior, bem o sabes,
mas lá dentro onde só Tu penetras
mas onde tudo nasce .
Faze-me um cedro, para glória tua.»
(Myrtes Matias) Poetisa Evangélica Brasileira

11 comentários:

gaivota disse...

ser como um cedro!
majestoso e poderoso...
uma oração num forte pedido
boa semana, minha amiga
beijinhos

manuel marques disse...

Texto muito belo.

Beijo .

Rosa disse...

Gostei imenso do post, Viviana.
Também gosto do cedro, mas mesmo que, de pequeno tamanho qualquer árvore é digna, porque nos foi dada pelo Criador.

Viviana, tenha um noite tranquila.
Beijos

esperança disse...

Boa noite maninha, muito querida.

Que linnndoooo!!! Se eu fosse poetisa, era exactamente assim que escreveria acerca de mim, mas não sou nada…
Certos cedros têm um porte tão majestoso, que me deixam deslumbrada, não sei se, por o nosso pai tanto nos ter lido dos cedros do Líbano.

Tem, tenhamos todos uma noite tranquila

Viviana disse...

Olá querida Gaivota

Lindos, os cedros, não é?

Um grande abraço, boa amiga

Uma semana excelente

viviana

Viviana disse...

Olá, meu caro Manuel

Esta autora que eu leio há dezenas de anos...tem poemas e textos muito bons e muito belos.
Irei recitar este no próximo Domingo no Culto, se Deus quiser.

Sei alguns dos seus poemas de memória.

Pena que já tenha "partido".
Há pouco tempo.

Um abraço

viviana

Viviana disse...

Querida Rosa

Desde criança que guardo na memória "Os cedros do Líbano"... dos quais falam as Sagradas Escrituras.

O meu saudoso pai lia-nos muito essas passagens.

Beijos para todos nessa linda família

viviana

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Viviana!

Todos nós temos esta sensação de realizarmos pouco,mas às vezes, me pergunto o que será grande para Deus,o que será que tem valor para Ele? Ser cedro,ser junco ou uma simples violeta...

Deus sabe o que devemos ser!!!

A oração é belíssima!!!

Um beijo e agradeço a doçura de comentário que deixou em meu post!!!

Sonia Regina

carmen disse...

Viviana, que texto!!!

Lindíssima oração, que nos faz refletir sobre o que somos...

E não é que ultimamente tenho me sentido uma florzinha, no máximo, daquelas de campo, sem maiores viços ou beleza. Acho que ao me aposentar, acabo por refletir no que já fiz, no que não fiz... Uma esécie de balancete, com poucos lucros, acho...

Posso reproduzir lá no meu Blog???

bjs, querida

Viviana disse...

Querida Sónia

Tem razão, amiga.

Somos aquilo que o Deus - Criador quer que sejamos.

"Um cedro ou um junco"

A questão está em ser "humildemente" o que Ele deseja que sejamos.

Um grande abraço

viviana

Viviana disse...

Querida Carmen

Esta autora tem uma obra linda!

Ela era muio linda também...

Tenho muitas saudades dela

Vive agora no Céu com o seu Senhor.

Um beijo, amiga

viviana