segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Maria Adelaide Ribeirete - uma mulher notável

Maria Adelaide Ribeirete
Bordado de Óbidos
Maria Adelaide Ribeirete foi uma mulher notável, que para além de muitas coisas interessantes que levou a cabo, como por exemplo na área da assistência social, foi a criadora dos célebres Bordados de Óbidos.
Recebeu no ano de 2003 do Município de Óbidos a Medalha de Mérito Municipal.

Faleceu no dia 5 de Setembro com a bonita idade de 103 anos.
Tenho muio gosto em apresentá-la aqui, aos amigos, que têm a gentileza de passar por este cantinho.
Sinto que é justo torná-la conhecida, porque foi uma Mulher que passou pela vida fazendo Obra digna de registo, deixando uma marca e um belo legado para a posteridade.

«Faleceu no dia 5 de Setembro, na sua casa da Quinta da Penha Longa, em A-da-Gorda, a criadora dos Bordados de Óbidos.
Maria Adelaide Ribeirete inspirou-se nos tectos da Igreja de Santa Maria para criar, nos anos 50, um dos mais típicos artesanatos de Óbidos.
A artesã nasceu na Quinta da Penha, em A-da-Gorda, concelho de Óbidos, em 22 de Março de 1905.Frequentou o primeiro curso superior de Assistência Social a ser criado no País, numa ocasião em que não era comum as mulheres portuguesas estudarem.
Foi, precisamente, no seu trabalho de assistente social que, quando andava de porta em porta a ajudar as pessoas, se deparou com as dificuldades que muitas mulheres sentiam, nomeadamente de terem que deixar de trabalhar para tomarem conta dos filhos.
Nos anos 50, quando Óbidos começou a abrir-se para o turismo, e depois da reconstrução das muralhas – o que trouxe não só turistas como novos moradores para a vila – Maria Adelaide Ribeirete pensou em criar alguma coisa que ocupasse as mulheres e que, ao mesmo tempo, lhes trouxesse algum rendimento.
Foi também nos anos 50 que o tecto da Igreja de Santa Maria foi restaurado, pondo em destaque as suas cores originais e formas.
Maria Adelaide Ribeirete, com a ajuda de um espelho, começou a copiar as formas e as cores do tecto da igreja e criou os Bordados de Óbidos.Arabescos, pássaros, o castelo e a palavra Óbidos, bordados em tons de azul, rosa, salmão, verde, amarelo e castanho compõem os bordados de Óbidos, onde são empregues os pontos pé de galo para o preenchimento e o ponto pé de flor para os contornos, sobre linho branco, meio linho ou estopa.
O serviço religioso realizou-se no dia 7 de Setembro, às 15 horas, na Igreja de A-da-Gorda, seguindo depois o funeral para o Cemitério de S. João, em Óbidos. »

12 comentários:

Anita disse...

Que seu dia seja repleto de bençãos.
Deixo um beijo no seu coração.

Que linda homenagem que prestou aqui a esta bela senhora.
Adoro os bordados de Óbidos são lindissimos e desconhecia a sua criadora.
Obrigado por este post hoje fiquei mais "rica".

Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

Maria João disse...

Paz à sua alma.Que Jesus e Maria a guardem bem.

beijos em Cristo e Maria

Rosa disse...

E é assim, fazendo lembrança, que vamos construindo e enriquecendo a nossa história.

Viviana, tenha uma noite tranquila.

beijos.
R.I.

E o pensamento voa... disse...

Oi, Viviana linda!
Que belo post sobre a vida desta senhora. Notável saber que ela usou um espelho para fazer os riscos dos bordados como o teto da Igreja...
Que lindo este bordado de Óbidos! Ainda não conhecia. Adoro bordadinhos, embora não os saiba fazer. Tenho uma irmã que começou a ter aulas de bordado, e está sendo uma verdadeira terapia na vida dela!

Amiga, lindo post, mesmo! Parabéns
beijinhos,
neli
PS: Brigada pelas visitas sempre tão carinhosas, linda!

Viviana disse...

OLá querida Ana Maria,

Graças a Deus, o meu dia foi lindo, sim.

Então tambem gosta do bordados de Óbidos!?

São muito mimosos, finos.

Como mulher que procura estar atenta ao que se passa ´volta, não podria deixar passar aoportunidade de homenagear esta mulher que passou pela vida olhando para fora, para os outros.

Tenha uma boa noite descanso e amanhã um bom acordar.

um beijo

Viviana

Viviana disse...

Olá linda Maria João.

Por favor quando voltar aqui, diga-me o nome do blogue onde colabora, pois há dias "perdi" todas as "minhas ligações" e não consigo recordar o nome do blogue.

Gostava de o visitar.

Fique bem,fique com Deus

Um abraço

Viviana

Viviana disse...

Olá querida Rosa,

Tem razão.

A história é a vida de um povo, de uma nação, e se não se contar...coisas belas e importantes, desaparecerão parasempre.

E é uma pena.

Sabe, eu gosto muito de história.

Desejo-lhe uma boa noite

Um abraço

Viviana

Viviana disse...

Olá querida Neli,

Sim, a história desta senhora é linda!

Não passou pela vida virada apenas para si, mas soube olhar á sua volta e agir.

Creio que é merecedora do nosso apreço e da nossa atenção.

Que a saibamos imitar.

Tenhauma noite tranquila

Um beijo

Viviana

esperança disse...

Olá! Boa noite doce maninha de coração lindo, está tudo bem? connosco tudo normal graças ao nosso Deus. Hoje tive um dia um pouco mais ocupado, e amanhã também vou ter, estou a tratar da boca etc.
Da D. Maria Adelaide Ribeirete nada sabia, nem de sua vida, nem nem de seus lindos bordados, pode dizer-se dela que não deixou passar a vida em branco, fez muito...e deixou legado...fica na história da bela Cidade de Óbidos.
Tem, tenhamos todos uma noite descansada.
Beijinhos e um xi apertadinho

Viviana disse...

Olá minha linda maninha Esperança,

Então gostáste de conhecer a história da vida da Dª Maria Adelaide Ribeirete?

Eu tambem gostei.

Um bom exemplo a seguir.

Como dizes, vai ficar na História da linda Vila de Óbidos.

Desejo que tenham os dois, uma boa noite de descanso.

Um beijinho

Viviana

Gonçalo disse...

Olá eu sou sobrinho-neto dessa Senhora notável. Acompanhei sempre de perto o percurso de vida da minha tia e posso dizer que sempre foi uma Senhora muito dinâmica e bondosa.Dedicou sempre a sua vida aos outros e a Deus pois sempre foi uma pessoa muito Católica.Os últimos 10 anos da sua vida estava a ser assistida pela minha mãe(Maria João Ribeirete)que sempre tiveram uma relação de mãe/filha. A minha mãe sempre contou a mim e aos meus 4 irmãos a história da vida da tia Maria Adelaide.Esta tia querida deixa saudade mas com a certeza porém que viveu uma vida em pleno. Por último gostaria de agradecer, em nome da familia todos os comentários bonitos que foram colocados neste blogue.

Viviana disse...

Olá Gonçalo,

Só hoje, 30/12/08, é que voltei a este post e encontrei o seu comentário.
Lamento profundamente eu não o ter visto mais cedo.

Acontece que não tenho nenhum esquema montado que me permita saber a cada momento os comentários que chegam.

Terei que ver como é que isso se faz...para que não voltem a acontecer mais situações como esta.

Quanto ás suas palavras fiquei muito contente.

Que bom falar assim de uma grande senhora que foi a Dª Adelaide Ribeirete...

Não a conheci nem nunca tinha ouvido falar dela, mas li a notícia do seu falecimento e a sua biografia e achei tão interessante que achei que o mínimo que podia faZER SERIA PRESTAR~LHE AQUI UMA HUMILDE HOMENAGEM.

Acho que devemos reconhecer as coisas importantes que as pessoas fazem, divulgá-las e e valorizá-las.

Foi apenas isso que fiz.

Creio que o gonçalo não tenm blogue, pois não?



Não sei se por acaso virá a ler estas minhas palavras, pois já passou tanto tempo...

Mas quero que saiba que foi um prazer escrever sobre a sua tia Adelaide e aproveito para lhe agrader a si, pelo seu comentário.

um abraço

viviana