quarta-feira, 8 de outubro de 2008

As Bromélias


Aekmea Fasciata Baker (ou Bromélia Rosa)

Apesar de estarmos no Outono o meu jardim continua florido.

O mês passado predominavam as Dálias brancas - que aqui vos mostrei - pois agora predominam as Bromélias Rosa.
Só num único vaso estão cinco flores! Podem imaginar a beleza!
Não vos sei dizer ao certo o tempo exacto de duração das flores, mas posso sim dizer-vos, que é um tempo muito longo, para mais de seis meses! Talvez muito perto de um ano.
Eu sei, porque tenho várias plantas... que durante todo o ano eu tenho Bromélias floridas... mas foi no mês de Setembro que nasceram em maior número.

Nome Científico: Aechmea fasciata Baker

Sinonímia: Bilbergia fasciata

Nome Popular: Aequimea, vaso-prateado, bromélia-aequimea

Família: Bromeliaceae

Divisão: Angiospermae

Origem: Brasil

Ciclo de Vida: Perene .

Herbácia, epítifa, rizomatosa, acaule, de folhagem e florescimento vistosos, de 30 a 40 cm de altura.Uma das bromélias mais vendidas, a Aequimea é normalmente comercializada em vasos. A inflorescência, muito durável, também é rígida, formada por brácteas cor-de-rosa, cheias de espinhos nas bordas, e flores roxas delicadas.

Os frutos são pequenos e arredondados. A floração ocorre quando a planta está madura e recebeu iluminação e nutrientes suficientes. Depois da floração saem brotações laterais e a planta morre. É indicada para a decoração de interiores, no período da floração. Depois disso, deve ser levada ao jardim para locais a meia-luz , frescos e úmidos.

Como cultivar: com substrato como casca e fibra de côco, areia, entre outros materiais, deixar sempre à meia-sombra, irrigadas regularmente. Multiplica-se por separação das mudas laterais, quando estas atingem 2/3 do tamanho da planta mãe.

Também pode ser multiplicada por sementes e meristema

15 comentários:

Anita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anita disse...

Bom dia amiga, sabe aquele dia lindo, cheio de coisas boas? Pois é, é esse dia que venho lhe desejar.

Muitos beijinhos.
Hoje fiquei mais rica, pois não conhecia esta planta. Obrigado Viviana.

Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

carmen disse...

Que linda Bromélia!!!
Achei esquisito você mostrar uma bromélia, que aqui temos, e fiquei pensando se seria originária de Portugal, mas você deu uma aula!!!

Eu as acho lindas, mas aqui, depois desta epidemia de Dengue, acabei por não optar por elas, pois elas acabam sendo um reservatório de água, o que contribui, e muito, para a proliferação do mosquito da Dengue.

Meu pai tinha um sítio onde havia muiiiitas bromélias, umas mais lindas do que as outras...
Que saudades, do sítio, das bromélias e, principalmente, do meu pai, que foi admirar as bromélias celestiais há 20 anos
Bjs e um bom dia!!!

gaivota disse...

bromélas, nunca tinha ouvido o nome... obrigada amiga por esta
lição de botânica, é sempre bom ler
e saber estas coisas bonitas
também quero deixar um bem-haja pela história da ti rosa, é uma doçura ouvir estes contos reais...
beijinhos

bete pereira da silva disse...

O formato dessa flor lembra um brinquedo que as crianças no meu tempo levavam preso a um palito longo a girar ao vento, mas esqueci o nome.

A Carmen tem razão quanto às bromélias aqui no Brasil, elas infelizmente acumulam água.

Ana Maria disse...

Lindas bromélias floridas.
Obrigada por ser minha amiga.
Beijinhos!

Viviana disse...

olá querida Anita,

Oxalá tudo esteja bem consigo.

agradeço os desejos de um dia muio bom para mim!

Na vedade, ele foi mesmo bom!

Pela graça e bondade de Deus,claro!

Agora, é a minha vez de lhe desejar uma noite tranquila e reparadora

Sempre com os anjos do senhor por perto.

Um beijo
Viviana

Viviana disse...

Olá querida Carmen,

São mesmo lindas as bromélias, sim!

Aquele tom rosa o listado das folhas...verdes.

Nós por aqui graças a Deus não temos o dengue.

Compreendo que elas se tornem perigosas.

As minhas no inverno e tempo húmido têm junto ás folhas reservatórios de água.

Então o seu pai tinha um sítio com muitas!?

Como devia ser lindo!

Sim, porque decerto ele teria uma enorme variedade delas!
São ás centenas!

"E principalmente o meu pai, que foi admirar as bromélias celestiais, há mais de vinte anos".

Que lindo, amiga!

Tão tocante, tão b

Tenha uma boa noite e um bom acordar amanhã de manhã.

Um beijo
Vivianaelo!

Viviana disse...

Olá Gaivota linda!

Pois é.

Hoje falei das bromélias.

Falei um bocadinho... porque há muito mais a dizer, claro!

Digamos que "dei aqui umas dicas"...

Não foi nenhuma aula de botânica!

Obrigada por as palavras sobre "o conto da ti Rosa."

Tem graça!

Li o poste ao meu marido antes de o publicar e ele sorrindo disse:

È um lindo conto!

E não é que a Gaivota diz o mesmo!?

Giro.

Desejo que tenha uma noite tranquila e um bom acordar amanhã

Um beijo
Viviana

Viviana disse...

Olá querida Bete,

Será que se refere aos "moínhos"?
Creio que por aqui há ainda um outro nome para eles mas não me lembro...

Pois, eu tenho acompanhado aqui a vossa luta contra o dengue.

Parece que a coisa melhorou um pouco, não?

Pelo menos não oiço falar tanto.

Um grande abraço, minha amiga linda

e uma noite tranquila e descansada

Viviana

Viviana disse...

Olá querida Ana Maria,

Sim, as bromélias são lindas!

E há centenas de varidades delas!

A minha amiga linda não tem que agradecer a amizade e o carnho... eles são expontâneos e naturais!

Durma muito bem e acorde tranquila.

Um beihjo

Viviana

carmen disse...

Bete, aquele brinquedo se chama catavento, baby
bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

Sua casa é um jardim maravilhoso,que vc nos presenteia com esse post.
Obrigada amiga.
Adoro vir aqui,me faz bem.
Boa noite.
Um gde abraço.

beijooo.

Viviana disse...

Olá Ana linda,

Obrigada amiga por as suas palavras sempre tão amáveis.

A Ana tem um coração lindo!

Por isso é que diz que "a minha casa é um jardim maravilhoso.
Oxalá esteja a ter uma óptima 5ª feira.

Um beijo
Viviana

mari disse...

Olá Viviana,

Parabéns pelo blog. è muito agradável encontrar pessoas como você que se preocupam em falar das belezas que Deus nos dá de graça.
Sou Marina, brasileira, 55a. e serei sua leitora assidua.

Um grande abraço