terça-feira, 16 de novembro de 2010

Assim falou Madre Teresa de Calcutá


fotosearch.com.br.

«É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado. É mais fácil dar um prato de comida a um faminto, do que abrandar a solidão de quem precisa de amor, na nossa própria casa.»

(Madre Teresa)

8 comentários:

Anita disse...

O sol nasce, o sol se põe, mostrando-nos que o tempo é apenas a mudança de nós mesmos... Da mesma forma os momentos felizes sucedem-se na nossa vida... lembrando-nos que tudo passa e tudo recomeça a cada dia.

Viviana querida que belo post nos deixou. Tão simples mas tão profundo para reflectirmos nele.

beijinhos amiga.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

acácia rubra disse...

As palavras sábias de uma Mulher ímpar.

Beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Madre Teresa de Calcutá, gde mulher, sábia, generosa, digna...

beijooo.

Viviana disse...

Querida Anita

"tudo passa e recomeça a cada dia".

É mesmo isso, amiga.

E cá vamos nós...caminhando de mão dada com o nosso Deus!

Bijos

Viviana

Viviana disse...

Olá Acácia

Sem dúvida.

Uma mulher sem igual.

Um beijo

viviana

Viviana disse...

Querida Ana linda

Procuro inspirar-me na vida desta extraordinária mulher, servindo o próximo com amor.

Um beijo

viviana

Fernanda disse...

verdade... parece mais facil dar a quem nao se conhece... abandonando. no sentido amplo da palavras familiares que tanto precisam... infelizmente isto inclui abandono aos filhos e pais.
uma boa noite
fernanda

neli araujo disse...

Com certeza, Vivi!
É muito mais difícil amar quem está ao nosso lado...
Que bela reflexão!
Tenha uma ótima quarta-feira!
beijinhos,
neli