... como eles crescem; não trabalham nem fiam; e eu vos digo que nem mesmo Salomão, com toda a sua glória, se vestiu como um deles.
Ev.de Mateus 6:28 e 29.

sábado, 22 de Março de 2008

O Hino "Rude Cruz"


George Bennard
(1873 - 1958)

Desde bem cedo comecei a cantar hinos cristãos, quer na Igreja que frequentava, quer em casa, no culto doméstico. O meu saudoso pai gostava muito de cantar, e por isso era frequente no culto doméstico, que se realizava todos os dias… cantarmos 3, 4, 5 hinos; tanto assim que a maioria dos hinos que conheço foram aprendidos nessa altura.
Há já muito tempo, que eu não preciso de levar o Hinário para o culto, pois sei praticamente todos os hinos que habitualmente se cantam, de cor.
Mas, entre as muitas dezenas que sei de cor, há três que são os meus preferidos:
“Fiel és tu Senhor” - “Excelsa Graça -” e “Rude Cruz”. E é sobre este último que eu gostaria de escrever um pouco:
Este hino foi escrito por George Bennard, que nasceu no dia 04/02/ 873 e faleceu a 09/10/958, nos Estados Unidos.
Para ele a Cruz é o coração do Evangelho; e foi um dia, quando passava por momentos muito difíceis na sua vida, quando sentia o peso da sua cruz, que ele pensou na cruz de Cristo, e daí lhe veio a inspiração para escrever este Hino belíssimo que é a “Rude Cruz”. Foi escrito no ano de 1912 com o nome de” Old RuggedCross”.
(Velha rude cruz) e foi cantado pela primeira vez, no ano de 1913 numa grande Convenção em Chicago
.Imediatamente se tornou imensamente popular no País todo, e, em pouco tempo ao redor do mundo.
Georg Bennard escreveu mais de 300 hinos, mas foi a “Rude Cruz” o que se tornou mais conhecido, e fez mais famoso o seu autor.

RUDE CRUZ

Rude cruz se erigiu, dela o dia fugiu,
Como emblema de vergonha e dor;
Nas eu amo essa cruz porque nela Jesus
Deu a vida por mim pecador.

Coro

Sim eu amo a mensagem da cruz
Té morrer eu a vou proclamar,
Levarei eu também minha cruz,
Té por uma coroa a trocar.

Desde a glória do céu o Cordeiro de Deus
Ao Calvário humilhante baixou;
E essa cruz tem p´ra mim atractivos sem fim,
Porque nela Ele me resgatou.

Nessa cruz padeceu e por mim lá morreu
Meu Jesus para dar - me o perdão;
E eu me alegro na cruz, dela vem graça e luz
Para minha justificação.

Eu aqui com Jesus, a vergonha da cruz
Quero sempre levar e sofrer;
Ele vem-me buscar e com Ele no lar
Uma parte da glória hei – de ter

10 comentários:

Pedro Leal disse...

Também está entre os meus favoritos.
A parte mais dramática é que vou cantar a última estrofe, a solo, nesta Páscoa, na igreja. Glup...

Viviana disse...

Cantar a solo!?

Não me digas que tambem aí vais seguir os passos da mãe!...

Ainda havemos de cantar um dueto!
Eu bem que gostava!

Um beijo

.:*:. Ferípula .:*:. disse...

Vivi!!!!!
Felices Pascuas, muy felices!!!!!
Renovando la esperanza en los sueños, los Proyectos, la Vida misma!!!!

Que la Resurrección de jesús sea un mensaje claro de que todo es posible para el que cree!!!!!

Yo me crié cantando estos himnos...tan hermosos!!!
Besos!!!!

Vilma disse...

É mesmo o meu preferido!
Toca-me de um modo muito especial e para além disso, tem uma história na nossa familia.
É impossível para mim cantá-lo ou escutá-lo sem chorar.
Um abraço pra si e familia e o desejo de uma Páscoa abençoada, em Cristo que é a nossa Páscoa.

Viviana disse...

Olá Vilma,

È um hino muito lindo.
Por isso compreendo o seu sentir.

Sei-o de cor... e quando o canto... fecho os olhos e parto para o monte do Calvário...olhando a cruz e sentindo em toda toda a profundidade o AMOR MAIOR...

Obrigada pelas suas visitas e palavras.

Para si. para os seus queridos, para a sua Igreja, um abençoado dia de Páscoa.
Um abraço
Viviana

Maria Emília disse...

Há coisas engraçadas..., então, não é também "o meu hino". É um sentimento indizível. Já na outra semana vi que o Serafim tinha posto este hino no sítio dele.
Eu própria fiz uma encenação que termina com este hino.
Somos muitos para quem a cruz tem atractivos sem fim. Deus seja louvado!

Viviana disse...

Olá Mimi!

Que bom encontrá-la aqui!

Então tambem é o se hino!?
Não é difícil elegê-lo como hino preferido!...
Quando fala em sentimeno indizível... eu sei muito bem de que é que está a falar!...

Temos mesmo tantos e tão fortes motivos para amar AQUELA CRUZ!

Uma santa e abençoada Páscoa para todos aí em casa e na sua Igreja.

aquele abraço
Carinhosamente
Viviana

Lou Mello disse...

Esse hino deve ser uma unanimidade. Gostei das informações sobre o autor e a história do próprio hino. Boa!

adru disse...

HOLA , MUCHAS GRACIAS POR TUS PALABRAS
TU BLOG ES MUY LINDO, Y VOY A SEGUIR PASANDO
TE DESEO FELICES PASCUAS
TE MANDO UN ABRAZO

Meditações para um viver feliz disse...

Parabens.DEus a abencoe sempre.