segunda-feira, 19 de julho de 2010

A riqueza da lingua portuguesa


Melão de Almeirim

Dada a minha dificuldade em andar e pegar em pesos, por causa da artrite, é o Jorge quem faz habitualmente as compras.
Ontem, pedi-lhe para comprar um bom melão, porque o último que ele comprou no "Manel," era mesmo uma delicia.
Ele chegou com as compras, colocou um melão em cima da mesa da cozinha e disse-me:

«Olha! Trouxe este melão verde, porque o branco ainda está verde.»

8 comentários:

Angela Guedes disse...

Oi Viviana!!!
Muito engraçado este trocadilho...
Beijinhos
Ângela Guedes

Pico da Pedra disse...

HUÁHUÁHUÁHUÁHUÁHUÁHUÁHUÁHUÁ

Anita disse...

Que a beleza das flores enfeite o seu dia, por mais que as coisas se apresentem dificeis, a luz de Deus estará sempre iluminando o caminho.
Temos motivos para sorrir e sermos felizes, basta ver a vida com os olhos do coração.

O melão verde é mais gostoso, pelo menos eu acho!
Beijinhos.
Já estou de férias embora só no próximo fim de semana vá até lá abaixo, por isso ainda passarei por aqui.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

esperança disse...

Boa tarde minha querida maninha.

O Senhor é maravilhoso para nós !!!!!! Não há palavras!!!!!!...

>>Trouxe este melão verde, porque o branco ainda está verde>>

É mesmo do Jorge!! Só ele!!! Para além da nossa querida mãe.
Ontem, estivemos a ver umas pequenas filmagens, do almoço de Pascoa em casa da Susana ( Ela ia embora no dia seguinte ) Estávamos à mesa, ( lembras-te que bom foi ? ) e o Jorge, passou o braço por trás de ti, para fazer uma festa carinhosa à minha Maria, que estava ao teu lado. Foi tão bonito de ver!!! Obrigada Jorge!!!

Um trilião de gordos beijos a pingar gratidão por tudo...
Esperança

renato disse...

Olá Viviana!

Excelente trocadilho!!! Parabéns ao Jorge e também à Viviana, que o soube "escolher"!

Um grande abraço

Renato

manuel marques disse...

A lingua portuguesa é rica em trocadilhos.

Beijo.

Rosa disse...

Olá Viviana
E a esta altura já deve ter a certeza se era verde ou se verde era bom.
Beijos

neli araujo disse...

Oi, Vivizinha!

Adorei o trocadilho, linda!

A nossa língua é surpreendente!

beijos,

Neli