sábado, 25 de abril de 2009

Os 35 anos do 25 de Abril


Cartaz comemorativo do 25 de Abril de 2009


Os miliatres que fizeram o 25 de Abril.

Hoje é Feriado Nacional em Portugal, é o Dia da Liberdade.
Comemoram-se os 35 anos do 25 de Abril de 1974, ou seja, da Revolução dos Cravos
Recordo perfeitamente como vivi esse dia e esse acontecimento
Vivia então na Amadora.
Foi um dia magnífico, que nos trouxe tanta alegria e tanta esperança...
Muitas pessoas choravam de emoção, e vinham para a rua, para juntos celebrarem.

Hoje, passados 35 anos, olhamos para trás, e concluímos que muitos dos nossos sonhos, como povo e como nação, ficaram por concretizar.
Alguem nos defraudou, e nós sabemos quem foi.
Tantas promessas, dos políticos e dos governantes, que não foram cumpridas!..
Temos a Democracia, mas há tanta desigualdade e tanta injustiça!
Cada vez é maior o fosso entre os mais pobres e os mais ricos
Claro que são os mais pobres e os mais fracos, os que têm menos voz...que são os prejudicados.
A classe política e as elites, estão todos muito bem, e recomendam-se
Temos a sensação que alguma coisa vai ter que mudar, pois o povo não aguentará esta situação por muito mais tempo.
Uma sondagem saída hoje, confirma que setenta e sete por cento dos portugueses, não se revêm em nenhum partido político existente.
Vamos ter três actos eleitorais este ano, e já se advinha que vai haver uma enorme abstenção e montanhas de votos em branco.
Assim vai o nosso País, 35 anos depois do 25 de Abril.

Para alguns amigos que não conheçam muito bem o que foi o 25 de Abril de 1974, ou a Revolução dos Cravos, apresento a seguir uma curta explicação:


«O golpe militar do dia 25 de Abril de 1974 derrubou, num só dia, o regime político que vigorava em Portugal desde 1926, sem grande resistência das forças leais ao governo, que cederam perante a revolta das forças armadas. Este levantamento é conhecido por Dia D, 25 de Abril ou Revolução dos Cravos. O levantamento foi conduzido pelos oficiais intermédios da hierarquia militar (o MFA), na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial. Considera-se, em termos gerais, que esta revolução trouxe a liberdade ao povo português (denominando-se "Dia da Liberdade" o feriado instituído em Portugal para comemorar a revolução.»

7 comentários:

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Viviana!Não lamente!Chego à conclusão que em todos os países os políticos são iguais,todos saidos da mesma fábrica.

Façamos a nossa parte e os entreguemos a Deus!!!

Beijos com carinho!Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Viviana!Não lamente!Chego à conclusão que em todos os países os políticos são iguais,todos saidos da mesma fábrica.

Façamos a nossa parte e os entreguemos a Deus!!!

Beijos com carinho!Sonia Regina.

Maria Emília disse...

Quem conheceu o período anterior ao 25 ABRIL, sabe que apesar de tudo vale a pena viver hoje com um regime democrático (o pior de todos os sistemas, com excepção de todos os outros).
Eu acho que muito se fez nestes 35 anos e que as lutas de hoje são muito diferentes das anteriores. Muito da culpa de algumas situações, é de todos nós.
Não há países perfeitos, a não ser aquele que alcançaremos um dia...
Entretanto, VIVA O DIA DA LIBERDADE!

Beijos.
Mimi

renato_oliveira disse...

Olá Amiga Viviana!

Também Eu, de certa maneira, fui um militar de Abril!

Tenho pena que este pobre País, não tivesse a capacidade politica para fazer uma Revolução Cultural!

Grande Abraço Amiga!


Renato

carmen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
E o pensamento voa... disse...

Vivi, minha querida amiga!

Concordo com a Soninha! Se fizermos a nossa parte e entregarmos nossos políticos a Deus, já é um bom começo!

Há coisas que infelizmente fogem ao nosso controle!

Amiga, que Deus te abençôe!

Tenha um domingo abençoado!

beijinhos,

Neli

Viviana disse...

querida Sónia,

È isso aí, sim.

Os plíticos acabam sendo muito parecidos.

Creio que segundo sei, no Norte da Europa, as coisas fiam mais fino.

As pessoas têm uma outra mentalidade.

Olá querida Mimi,

Viva o dia da Liberdade!

Viva o 25 de abril!

Claro, que as coisas estão muito melhores...

Mas se tivessemos outros políticos, a coisa poderia estar bem melhor.

vamos ver o que aí vem, com as eleiões deste ano.

Ola Renato, mu bom amigo

Ah, foi militr de Abril?

Eu considero-os muito.
Acho que foram muito corajosos.

Depois é que veio o pior...

Com tanto centro de decisão por aí...

E com os políticos que temos...

Está difícil de aa Europa...

Neli querida,

sim, mmnha boa amiga.

A Palavra diz para orarmos por os nossos políticos...

Eu oro, mas ás vezes custa-me um bocado.
São tão opuco, amigos do povo que os elege!

Eles procuram em primeiro lugar, o seu proveito.

Mas enfim, è o que temos

A todos muito obrigada por terem vindo e por terem escrito.

Um abraço

viviana