quinta-feira, 7 de maio de 2009

O GALO VERMELHO


Foto da net

EU TENHO UM GALO VERMELHO
QUE NÂO É NOVO NEM VELHO
TEM UMA CRISTA ENCARNADA
QUE PARECE UMA TALHADA
DE UMA GRANDE MELANCIA
QUE EU COMI NO OUTRO DIA
O MEU GALO CANTA CANTA
TEM A ALMA NA GARGANTA
CANTA CANTA CANTA CANTA
ASSIM QUE O SOL SE LEVANTA
E ESTE GALO QUE È VERMELHO
E NÂO È NOVO NEM VELHO
UM DIA BATEU A ASA
E ZÁS! FUGIU-ME DE CASA
ATRAVESSOU A CALÇADA
PASSEOU POR TODO O LADO
MAS POR NÂO LIGAR A NADA
IA SENDO ATROPELADO
E FEZ TAMANHO ALARIDO
COM AS ASAS A BATER
QUE O POLÍCIA SINALEIRO
JULGOU QUE ELE IA MORRER
E ESTE GALO DESCUIDADO
QUE NÂO É NOVO NEM VELHO
FEZ COM QUE EU FOSSE MULTADO:
ATRAVESSOU NO VERMELHO!
E LÀ FUI EU COM ELE AO POSTO
DA POLICIA PRESTAR CONTAS
ESTE GALO È UM DESGOSTO
SÓ ME FAZ É COISAS TONTAS
LEVEI-O DEPOIS A CASA
COMO SE FOSSE MEU FILHO
TRATEI-LHE AS PENAS DA ASA
DEI-LHE ÁGUA E COMPREI-LHE MILHO
MAS PENSEI PARA COMIGO
QUE DEVIA CASTIGÁ-LO
E ACHEI QUE O MELHOR CASTIGO
ERA COMPRAR OUTRO GALO
E NÂO É QUE ESTE MAIS NOVO
ME FEZ UMA PARTIDINHA?
UMA NOITE PÔS UM OVO
E NÂO È GALO É GALINHA!
AGORA ESTOU ARRANJADO
METI-ME EM MAIS UM SARILHO
DEPOIS DO OVO CHOCADO
DECERTO VÂO TER UM FILHO
E TRÁS DE UM PINTO VEM OUTRO
E ATRÀS DE OUTRO OUTRO VEM!
ALÉM DE ATURAR O PAI
ATURO O FILHO E A MÃE
MAS JÁ AVISEI OS DOIS
E TAMBEM LHE DISSE A ELA:
OU SE PORTAM TODOS BEM
OU METO OS TRÊS NA PANELA!

(JOAQUIM PESSOA)

Do livro - A Assembleia dos pássaros e outras histórias

9 comentários:

Anita disse...

A amizade é uma luz que não deixa a nossa vida ser escura.

Obrigado pela sua amizade amiga.
Beijinhos.

Adorei esta lenga lenga.

Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

Rosa disse...

Boa tarde Viviana,
Que belo galo nos deixou na imagem :)
Olhe galo como esse não tenho, tenho sim uns pintainhos, com uma semana, que são uma coisa linda, adoro ir espreitar e ver como andam atrás da mãe.
Viviana, tenha uma linda tarde.
Beijos.

bete disse...

Mas que bela historieta, e que linda foto você colocou. Adoraria ter um galo no quintal, bem, para isso eu precisaria ter um quintal....

gaivota disse...

que lindo galo!
lembro-me da capoeira no quintal da minha avó... galos, galinhas, os pintainhos, perús!
fico-me com os meus coelhinhos...
beijinhos

renato_oliveira disse...

Olá, Viviana!

Isto não é um galo é um "Galão" (Sem café nem leite)!

Os animais também têm destas coisas! Sobretudo também nos divertem!

Mas, porém, são bons é num bom tacho, mesmo à moda de Ponte de Lima!

Um abraço,

Renato

esperança disse...

Boa noite minha querida maninha.
Espero que não tenhas chegado muito cansada à tua casinha, depois do funeral da irmã D. Natália Santos; estava muito calor, e isso cansa.

Foto linda, de erva verdinha e galo bem bonito livre e regalado com a sua companheira. A nossa saudosa mãe teve um galo igualzinha a este.
O que escreveu Joaquim Pessoa, é engraçado, cá para mim ele tinha mesmo o dito galo.
Tem uma noite recuperadora, pois bem precisas...
Esp

Licas disse...

Ó Viviana
Fazendo um pouco de graça ... Que belo arroz de cabidela nos dava este galinho.

Quando quiser é só mandar o galo que eu confecciono o arroz. Valeu???

Estive a brincar, mas gostei muito do poema e associa-se bem à imagem.
Um beijinho
Licas

Marlene Maravilha disse...

Que beleza de texto!!!!
beijos

Viviana disse...

Querida Anita

Sim, boa amiga, a amizade ilumina e alegra a nossa vida!

eu tambem lhe agradeço de coração, todoo seu carinho e amizade.

Um beijo

Querida Rosa,

Os pintaínhos são muito engraçados e bonitinhos!

A minha mãe que Deus tem...sempre pinha galinhas com pintos.

E patas tambem...

Querida Bete,

Tambem acho os galos lindos!

Porque será que são mais belos que as galinhas?

Na raça humana não é assim...

Olá Gaivota linda,

Pois, aí para essas bandas, antigamente, quase toda a gente
tinha criação.

Olá Renato, meu bom amigo

È sim, senhor "um galão!"

A minha mãe teve um igualzinho.

Olá minha linda maninha Esperança

Tambem achei a história engraçada.

Gosto deste estilo de escrita.

A mãe tambem tece um galo pedrês... lembraste?

Olá Isabel,

Compreendo que a minha boa amiga aprecie este estilo de escrita.

Acho que está muito bem conseguida.

Tenho que pesquisar um ouco a ver se encontro mais "Obra" deste autor.

Quanto ao arroz... já se comia.

Tenho uma comadre no Algarve, ue de vez em uando me convida para comer um belo capão do campo, estufado.

È uma especialidade.

Querida Marlene,

Sim, é mesmo uma beleza.

A todos os queridos amigos que aqui deixaram os seus conmentários, o meu muito obrigada

abraços para todos

viviana