terça-feira, 10 de agosto de 2010

"Poema tirado das cinzas"


Porque Portugal continua a arder...

Do blogue da minha amiga Fernanda Mesquita - Viver e sentir -http://nanda-fernandarocmsncom.blogspot.com/ . - trouxe estas oportunas e pertinentes palavras:

segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Rama Lyon- Poema tirado das cinzas

Infelizmente existem razões para editar este poema aqui!
Que todos pensem um pouco porque é que estas situações existem e persistem...
Que todos pensem um pouco porque é que o nosso país vive nas mãos de quem vive. O mal tem vindo a ser mantido durante anos e permitido que passe de mão em mão. O mal não nasceu agora. O mal tem vindo a ser acolhido por todos e por todos nós dado de mão beijada a quem for o mais esperto e a quem tiver mais habilidade para agarrar essa herança, usufruindo o que é bom em proveito proprio e deixando os restos já deteriorados para o povo que tudo vai aguentando. Até quando?
Que relacionamento existe entre isto e os incêndios? Muito! A maldade vai sendo permitida, os verdadeiros crimes vão sendo permitidos, enquanto o tempo e dinheiro vão sendo usados para assuntos que apenas entretêm o país e o afundam ainda mais... e o povo português, vai aguentando... de novo pergunto: até quando?

Fernanda

"POEMA TIRADO DAS CINZAS"

Ó que grande desventura
Em que o país mergulhou,
Perdeu um manto de verdura
E um de cinzas encontrou.

Neste horror foi envolvido,
Com amarga devastação.
Faz pena vê-lo vestido
Com terra cor de carvão.

A floresta calcinada
Foi resistindo, só até,
À hora que asfixiada,
Também ela morreu de pé.

Há tantas mãos enganosas
Que do lume fazem um jogo
Assassinas, criminosas,
Como o dragão a deitar fogo.

Eu penso que o criminoso
Havia de vestir também,
P´ra ver se lhe dava gozo,
A farda que o país tem.

Que Deus dê à nossa terra,
Novamente formosura,
Desde o campo até à serra
Seja um jardim de verdura.

Todos nós gostamos ver
Fogueiras do São João,
Mas nunca na vida ter
Portugal feito em carvão.

Rama Lyon

Este poema foi escrito em Agosto de 2005, por ocasião dos grandes fogos que puseram em brasa o nosso verde país. Infelizmente, neste momento e, derivado às circunstâncias que aos nossos olhos se apresentam, ele é de novo em foco de actualidade… É por essa razão que o trago de novo a ‘‘lume’’ deste bom povo português…

Rama Lyon

5 comentários:

Fernanda disse...

Obrigado Viviana por ajudar a dar voz na solidariedade com as pessoas que sofrem com esta situacao... por isso sente tantas alegrias... porque interioriza muito tudo e isso significa que a vida nao lhe passa ao lado. fico feliz mes mo que nao sejam muitas, por encontrar pessoas que sentem assim. um beijinho de grande admiracao.

Fernanda disse...

Olhe Viviana aquando acordar ou poder va ver os lindos caezinhos, em viver e sentir... caezinhos que precisam de dono... repare a ternura que sao... eu vou dormir, sao 1h da manha, em portugal ja e dia 8h... por isso enquanto durmo... um bom dia

Anita disse...

Querida Viviana bom dia, nem imagina o que vimos agora durante este fim de semana pelo nosso país... Fomos levar no Sábado o nosso Paulo ao Acampamento de Água de Madeiros e aproveitamos que a nossa Marta está em Barcelona e fizemos um fim de semana para "namorar", mas como foi triste ver o nosso belo país a arder.
Que tristeza. Como a cara dos homens da paz, os bombeiros, estão cansadas, desoladas, exaustas, por tanto combaterem e nada poderem fazer contra tamanha crueldade.
Até quando?
Que o tempo possa refrescar e dar um pouco de tréguas a estes bravos homens, mas parece que ainda não será hoje pois as temperaturas pelo menos por aqui estão altissimas.
Beijinhos.
Votos de um abençoado dia.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

Lilazdavioleta disse...

Viviana ,
todas estas infelicidades que vão acontecendo por todo este mundo , não passam da factura que a Mãe Natureza apresenta , pelo desrespeito com que foi , e ainda é , tratada .
É de lamentar os que , no meio , estejam a pagar , injustamente ,talvez .

Um beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

É o que mais tenho visto últimamente, fogos, alagamentos,...
é de assustar, a Natureza está se revoltante cada vez mais, que Deus nos proteja.

beijooo.